5 maneiras de entender o que é relacionamento abusivo

In Cultura

Você pode conhecer alguém que está em um relacionamento abusivo e nem sabe

Larissa Schimmack

Existem algumas maneiras de entender o que é uma coisa, duas delas é: vivenciando ou estudando. Seja por meio de livros, filmes, vídeos educativos, aplicativos etc. O importante é estar informado do assunto para saber identificar se você está em um relacionamento abusivo ou conhece alguém que está. Você pode conversar com alguém de sua confiança, ligar para o 180, a Central de Atendimento à Mulher que funciona sete dias por semana e 24 horas por dia, ou procurar uma Delegacia da Mulher.

Confira 5 dicas para aprender e manter-se informado sobre um assunto tão importante para nossa sociedade:

  1. Livro “No escuro” – Elizabeth Haynes

O livro conta a história de Catherine, uma moça de bem com a vida, adora sair com as amigas para dançar e se divertir. Em uma dessas idas a balada, ela conhece o segurança Lee, que é um homem lindo e sedutor. Aparentemente, no começo da relação, ele é um cara perfeito. Mas logo ele se mostra exageradamente controlador, isolando-a e transformando lentamente sua vida num tormento. E o que é pior, quando pede ajuda ninguém acredita nela.

 

  1. Livro “Amor amargo” – Jennifer Brown

O livro conta a história de Alex, uma menina carente, insegura e com baixa autoestima. Por isso, quando Colin, o atraente aluno novo, começa a lhe dar bola ela mal consegue acreditar. Encantador, divertido, sensível, um astro dos esportes.. Quando os dois iniciam um relacionamento, tudo parece caminhar às mil maravilhas, até que ela começa a conhecê-lo de verdade. O livro fala de uma relação abusiva entre um casal de adolescentes e explora o que motiva algumas mulheres a não reagirem diante da violência, permanecendo naquele círculo vicioso.

 

  1. Filme “Entre segredos e mentiras”

O filme é baseado numa história real, envolvendo David Marks (Ryan Gosling),  o filho de um empresário do ramo imobiliário de Nova York e seu turbulento relacionamento com Katie Mars (Kirsten Dunst) uma jovem que não admite ser aprisionada pelo casamento.

 

  1. Filme “Dormindo com o inimigo”

Em um casamento que já dura quatro anos, Sara (Julia Roberts) e Martin (Patrick Bergin) fazem o par mais perfeito, feliz e próspero, mas na realidade o marido espanca regularmente sua mulher. Assim, para escapar desta tortura diária, ela simula sua própria morte e foge para outra cidade, a fim de recomeçar sua vida com uma nova identidade. Após algum tempo ela se apaixona, mas seu marido descobriu indícios de que ela pode estar viva e decide encontrá-la de qualquer maneira.

 

  1. Aplicativo “Mete a colher”:

Você pode se informar nesse assunto conversando com uma vítima. Esse aplicativo foi criado em 2016 por um grupo de mulheres de Recife-PE, depois de receberem um pedido de ajuda de uma vítima de violência doméstica. Só é permitido o acesso de mulheres no aplicativo e tanto as vítimas como qualquer outra mulher, disposta a ajudar tanto em pedidos de apoio psicológico, jurídico ou busca de emprego. Fátima Coelho, de 57 anos conta que já ajudou dezenas de mulheres, “elas precisam de alguém para ouvir suas histórias e receber conselhos de alguém de fora do seu convívio”, conta Fátima.

Link da imagem:

https://goo.gl/QRZwA6

You may also read!

No pain, no gain

A prática de atividade física traz diversos benefícios às pessoas Kelyse Rodrigues Muitos desejam a sonhada “barriga chapada”, aqueles

Read More...

Cinco coisas que você NÃO deve falar para uma pessoa depressiva

Falta de compreensão e conhecimento sobre a doença por parte da sociedade pode prejudica a vida dos depressivos Karol

Read More...

Precisamos falar sobre a saúde mental dos universitários

A faculdade potencializa a ansiedade de muitos jovens Letícia Bessa Problemas para lidar com o estresse são muito frequentes

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu