Aconteceu neste final de semana a Mega Vigília Loucos por Cristo

In UNASP

Terceira Mega vigília da APaC foi realizada no campus

Lia Costa

A Mega Vigília “Loucos Por Cristo”, organizada pela Associação Paulista Central (APaC) que aconteceu na Igreja do Unasp-EC, começou às 22h de sábado (10) e terminou às 6h de domingo (11). O evento lotou o ambiente, e muitas pessoas ficaram em pé até alguns bancos ficarem vagos quando o público foi cedendo ao sono. Ainda assim, no final da vigília, ainda haviam poucos lugares desocupados.

Quem abriu o evento foi o grupo Vocal Livre, que foi bastante aclamado e ergueu vozes de todos para louvarem juntos. Pedro Valença também teve participação especial posteriormente.  Durante a noite passaram outros grupos e apresentações musicais como o quarteto chileno ASAF, coral de angolanos e o grupo de louvor.

Para Mateus Melito, estudante de geologia, o evento foi sua segunda vigília no campus. Ele veio com um grupo de amigos de sua igreja local em Rio Claro e aproveitou para fazer novas amizades. Uma dessas pessoas foi a estudante de arquitetura Bianca Kiss, aluna do Unasp-ec, que estava participando pela primeira vez de uma vigília no internato. Até as 3h10m quando a entrevista foi feita, a sua apresentação favorita foi o fantoche Pedrinho.

Além das apresentações e ministrações da Palavra, também houve um sorteio valendo ingresso para o show do cantor norte-americano David Phelps, através de uma seleção de selfies; bem como chamado para missões de um ano, Missão Calebe e outras oportunidades de envolvimento missionário e serviço cristão.

Jairo Souza, organizador do evento, começou a manhã satisfeito. Embora do ponto de vista técnico tenha sido uma noite bastante complexa, ele acredita que a resposta dos jovens foi muito positiva a tudo que foi apresentado e pretende continuar. É a quinta mega vígilia da APaC, sendo a terceira no Unasp campus Engenheiro Coelho, que tem acontecido no primeiro semestre de cada ano.

“O objetivo da vigília em primeiro lugar é espiritual, mas também precisa ser momento de celebrar missões realizadas e desafiar os jovens para novos projetos de missões”, afirma Souza. Jairo conta que esse ano foi celebrado o que o projeto Um Ano em Missão conseguiu no ano anterior, já organizando uma nova equipe. “E é assim que o movimento quem que seguir”, enfatiza.

Para ele, o ministério jovem tem que se centralizar em duas palavras: salvação e serviço. Assim como os discípulos eram loucos por Cristo a ponto de estarem dispostos a morrer pelo evangelho, esse mesmo sentimento de “loucura” deve permear os jovens cristãos hoje.

Crédito da imagem: Jairo Sousa

You may also read!

Festa da Vitória 2019 é comemorada no Hopi Hari

Djuliane Rodrigues Aconteceu neste domingo (19) a Festa da Vitória – evento comemorado por alunos colportores do Centro Universitário

Read More...

Especialistas discutem combate contra o abuso e violência sexual infantil no Brasil

Ana Clara Silveira e Djuliane Rodrigues 18 de maio é o dia nacional de combate ao abuso e exploração

Read More...

Abertas as inscrições para o Enem

Com cortes no orçamento da Educação, alunos que irão utilizar o Sisu podem ser prejudicados Djuliane Rodrigues As inscrições

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu