Brasil bate recorde no jogos Parapan-Americanos de Lima

In Esportes

Para esta edição dos jogos Parapan-Americanos, o Comitê Paralímpico estabeleceu, em 2017, um planejamento contínuo de oito anos

Djuliane Rodrigues

Os jogos Parapan-Americanos de Lima 2019 finalizaram neste domingo, 1° de setembro, após nove dias de disputas. O Brasil teve recorde de 308 medalhas conquistadas. Delas, 124 foram de ouro, 99 de prata e 85 de bronze. Isso corresponde ao dobro de condecorações em comparação com os Estados Unidos, que foram vice-campeões na capital peruana com 57 medalhas de ouro – 182 no total. 6680 atletas de 41 países em 39 modalidades participaram da competição.

A Assessoria de Comunicação do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) informou que foi uma competição trabalhosa. “Nós tínhamos como meta liderar o quadro de medalhas, como foi nas últimas três edições, mas foi uma competição desafiadora”, reiteram. O atleta Ariosvaldo Fernandes, mais conhecido como Parré, foi um dos que participaram do Parapan 2019. Em Lima, ele competiu no atletismo na cadeira de rodas, nas provas de 100 e 400 metros. Ganhou o ouro nas duas. Além disso, participou da equipe de revezamento, que levou a prata. Parré conta que treinou três meses para esta competição e que o foco e determinação foram essenciais para as vitórias.

Para esta edição dos jogos Parapan-Americanos, o CPB estabeleceu, em 2017, um planejamento de oito anos. O objetivo é conquistar de 60 a 75 medalhas em Tóquio 2020 e de 70 a 90 medalhas quatro anos mais tarde, em Paris 2024.  Ele tem como meta consolidar o esporte paralímpico do ponto de vista do desenvolvimento e da renovação. Com o Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo, maior legado dos Jogos Paralímpicos Rio 2016, houve um crescimento da prática de desporto em alto rendimento para pessoas com deficiência. Também foi o local em que parte da preparação para o Parapan foi realizada.

A próxima edição do Parapan será em Santiago, no Chile, e o Brasil busca liderar o quadro de medalhas como fez nas quatro últimas edições: Rio 2007, Guadalajara 2011, Toronto 2015 e Lima 2019. Mizael Conrado, presidente do CPB, espera superar as expectativas dos anos anteriores. Os locais das provas serão escolhidos em eleições realizadas pela Organização Desportiva Pan-Americana (Odepa).

 

You may also read!

Dependentes de Nicotina recebem ajuda do SUS

SUS proporciona campanha de tratamento para dependentes de nicotina

Promovido pelo Ministério da Saúde e Instituto Nacional do Câncer, o projeto visa auxiliar a comunidade dependente por meio

Read More...
Rodada do paulista de Flag Football foi no UNASP

UNASP recebe rodada do Campeonato Paulista de Flag

As partidas de Flag contaram com 16 times no total, nas categorias  masculinas e femininas, movimentando torcedores das equipes

Read More...
auxílio gás será pago em agosto

Auxílio Gás pode ser sacado entre os dias 9 e 22 de agosto

Nas parcelas do segundo semestre de 2022, o benefício será de 100% do valor do botijão médio de gás

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu