Como viver de modo sustentável?

In Ciência e Tecnologia, Meio Ambiente, Saúde

Entre as ações mais nocivas ao meio ambiente está o consumo de plástico

Adalie Pritchard

No dia 1° de maio, o oficial da marinha americana aposentado e explorador submarino Victor Vescovo realizou o mergulho mais profundo da história. Na Fossa das Marianas, localizada no Oceano Pacífico, ele ficou 11 quilômetros abaixo do nível do mar. Em um local praticamente inacessível, Vescovo encontrou uma bolsa plástica e diversas embalagens de doces. A descoberta é triste, mas não chocante: milhões de toneladas de plástico são jogadas ao mar anualmente.

“A ação mais comum contra a natureza é nosso consumo de plástico”, explica Mariana Almeida, especialista em oceanografia biológica. “As sacolinhas e copos plásticos que a gente usa por um segundo permanecem no meio ambiente por no mínimo 400 anos”, complementa.

No entanto, há como adotar um estilo de vida mais sustentável para o bem do planeta. Tais ações podem ser impulsionadas por organizações do terceiro setor, autarquias municipais e/ou intermunicipais. Localizado entre Artur Nogueira e Mogi Mirim (SP), o Consórcio Intermunicipal na Área de Saneamento Ambiental (Consab) cumpre essa função. Um exemplo é a implementação de um ecoponto, onde resíduos de difícil descarte são coletados. Entre eles, estão pneus, lâmpadas, eletrônicos, remédios, óleo de cozinha, pilhas e baterias.

Bianca Refundini Magnusson é engenheira ambiental e diretora técnica do Consab. Ela acredita que muitas pessoas são ecologicamente displicentes. “É bastante comum vermos o descarte inadequado de resíduos, inclusive em locais proibidos. Isso ocorre tanto com resíduos domiciliares como com os de construção civil e de poda, que muitas vezes são despejados na calçada ou em terrenos abandonados”, salienta.

Uma boa maneira de começar a praticar a consciência ecológica é separar o lixo orgânico do seco, o que facilita a reciclagem de materiais. Bianca ainda frisa que a redução no consumo em todas as áreas é essencial, assim como a reutilização de materiais. Esses são “os 3Rs da sustentabilidade: reduzir, reutilizar e reciclar. São ações práticas que procuram estabelecer um equilíbrio de consumo”, explica a engenheira.

A universitária Cristina Bonfim Pereira tem 22 anos. Ela tem procurado viver de maneira sustentável. Um dos primeiros passos tomados foi a fabricação dos próprios produtos de higiene pessoal. Desse jeito, ela não descarta tanto plástico e outros materiais difíceis de reciclar. E, para quem quer trilhar o mesmo caminho, ela tem uma dica: “As pessoas estão aqui para cuidar do planeta, dos animais, da nossa casa. Então, minha recomendação é começar com pouco. Amanhã, será muito”.

You may also read!

Musical “Fé, Esperança e Amor” é apresentado no Unasp Engenheiro Coelho

Obras de “Les Misérables” e “The Sound of Music” foram interpretadas por estudantes da Licenciatura em Música Ana Clara

Read More...

Festa da Vitória 2019 é comemorada no Hopi Hari

Djuliane Rodrigues Aconteceu neste domingo (19) a Festa da Vitória – evento comemorado por alunos colportores do Centro Universitário

Read More...

Especialistas discutem combate contra o abuso e violência sexual infantil no Brasil

Ana Clara Silveira e Djuliane Rodrigues 18 de maio é o dia nacional de combate ao abuso e exploração

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu