Doações de cabelo em prol da felicidade

In Geral, Saúde

O que pode parecer algo comum, para um paciente diagnosticado com câncer pode ser um sorriso a mais

Amilly Caroline Diniz

Sua função principal é proteger a cabeça e manter a temperatura corporal, mas podem fazer muito mais que isso. Modelam o rosto, dão movimento, podem ser louros, negros, castanhos, ruivos, aliás, podem ser da cor que você pensar. Cacheados, lisos, ondulados, longos ou curtos: cabelos. Eles refletem a personalidade e têm tudo a ver conosco.

Na história é possível pegar alguns exemplos em que o cabelo foi motivo de observação. Sansão, por exemplo, era conhecido pela força graças aos seus longos cabelos; a deusa do amor na mitologia grega, Afrodite, “se vestia” com seu manto capilar castanho; ainda na Grécia, Medusa podia imobilizar um exército apenas com uma mecha – aka serpente- de seu cabelo; na Idade Média, perucas eram usadas para distinguir os ricos e poderosos e, até hoje, eles são vistos como referência à beleza.

Já se imaginou sem cabelos? Ou se por algum motivo relacionado à saúde seu cabelo começasse a cair? É o que acontece com pacientes diagnosticados com câncer. Em uma das etapas do tratamento, o paciente sofre com a queda de cabelo, geralmente causada pela quimioterapia. O Hospital de Câncer de Uberlândia divulgou uma matéria explicando o motivo que leva à queda capilar. “O tratamento atua tanto nas células cancerígenas quanto nas saudáveis e atinge principalmente as células que se multiplicam com mais rapidez, como os folículos pilosos, responsáveis pela produção dos cabelos”, notifica.

Mariana Carvalho tem apenas 13 anos e em sua última ida ao salão pediu para que seu cabelo fosse doado a alguma instituição de câncer. “Em janeiro do ano passado eu perdi minha avó para o câncer. Desde então, eu pensei que poderia homenageá-la e, de alguma forma, ajudar quem passa por essa dificuldade”, afirma. Mariana confessa que não foi fácil no começo, mas se acostumou com a ideia e repetiria o processo. “Eu era muito apegada ao meu cabelo, mas ver que eu poderia fazer alguém feliz me deixou mais tranquila. Quero doar novamente, só estou esperando crescer mais”, expõe.

A estudante Midori Okuizumi está deixando o cabelo crescer há quase dois anos e conta que a vontade de doar vem desde muito antes disso. “Eu tinha uns quatro ou cinco anos e o sonho de ter um cabelo comprido. Quando ele finalmente estava no comprimento que eu queria foi uma realização de sonho muito grande. Parece bobeira, mas mexe com autoestima, o sentir-se bonita e principalmente feminina. Imagino como é isso para alguém que infelizmente por alguma eventualidade não pode fazer o que queria com o cabelo”, ressalta.

Midori ainda não cortou o cabelo, mas pretende não demorar e incentiva outras pessoas a fazerem o mesmo.  “Para mim além de beleza é uma visão poética, um sentimento particular demais. Poder ajudar uma pessoa a realizar um sonho com algo que está no meu alcance e não me custa nada. Sinceramente, nada impede de doar o cabelo”, declara. E reforça: “É uma iniciativa que deveria ser muito mais divulgada, muitos ainda não entendem o real sentimento de doar e receber um cabelo”.

As doações podem ser feitas por qualquer pessoa, desde que o cabelo tenha no mínimo 10 centímetros de comprimento a contar de onde é preso. Pode ser feito em qualquer salão de sua confiança e encaminhado à ONGs e centros especializados. Estes recebem presencialmente ou pelos Correios. No Estado de São Paulo, as doações podem ser encaminhadas ao Instituto do Câncer do Estado de São Paulo ou ao Hospital Pérola Byington, localizados na capital, ou a instituições não-governamentais como a Rapunzel Solidária e a Cabelegria.

Instituto do Câncer do Estado de São Paulo:

Av. Dr. Arnaldo, 251, Bairro Cerqueira César,  São Paulo – SP

CEP: 01246-000

Hospital Pérola Byington:

Av. Brigadeiro Luís Antônio, 683, Bairro Bela Vista, São Paulo – SP

CEP: 01317-001

Rapunzel Solidária:

Caixa Postal 57007, São Paulo – SP

CEP: 04089-972

Cabelegria:

Rua Santa Marcelina, 177, São Paulo – SP

Caixa Postal 75207, São Paulo – SP

CEP. 02415-972

*Foto: Pinterest

You may also read!

Cientistas fazem divulgação no Twitter

Cientistas brasileiros usam o Twitter para popularizar conhecimento especializado

Além de proporcionar entretenimento, o acesso à ciência nas redes sociais auxilia no combate à desinformação. Mariana Santos A

Read More...
Mulher Hulk será lançado hoje.

Mulher Hulk surpreende críticos e batalha pela risada dos fãs

A nova série da Marvel quer resgatar o público com boa atuação e diálogos cômicos. Lucas Pazzaglini A Marvel

Read More...
Continência ao Amor traz reflexões sobre o SUS.

Continência ao amor: o sucesso da Netflix e a celebração ao SUS 

O filme traz reflexões sobre o tratamento de diabetes, o que nos leva a pensar em como o Brasil

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu