Games: economia para o futuro

In Ciência e Tecnologia, Geral

Como funciona o mercado eletrônico que arrecada bilhões todos os anos.

Helena Cardoso

Com a crescente popularização dos jogos, esse mercado tem ficado cada vez maior. Só em 2021, o Brasil faturou 5,3 bilhões de reais, afirma a oitava pesquisa Game Brasil. Já no cenário internacional, a indústria mundial de games pode arrecadar 204,8 bilhões de dólares até 2023, segundo projeções da Newzoo. 

Além de youtubers, streamers e dos redatores e produtores que trabalham para eles, campeonatos de jogos são os que mais ajudam a girar essa economia. O site E-Sports earnings mostrou que mais de 450 milhões de dólares foram distribuídos entre jogadores em torneios de Defense of the Ancients, Counter-Strike, Fortnite e League of Legends. Assim, ficou cada vez mais comum encontrar organizações que treinam times para disputar campeonatos com grandes prêmios.

Stars Horizon

Foi no final de 2020 que Leonardo Cardoso fundou a Stars Horizon junto com outros sócios. Desde então, a organização vem crescendo rapidamente. Agora, ela já conta com quatro lines (times): um de Counter Strike, um de Free Fire e dois de Valorant. “Hoje a gente joga nas principais ligas nacionais de todos os E-Sports”, conta Leonardo. 

É com a visibilidade gerada pela participação nestes campeonatos que a organização se mantém. Além dos prêmios em dinheiro para os ganhadores, o sócio da Stars Horizon afirma que o jeito mais sustentável de se manter uma organização é com os patrocínios. Com parcerias com a Red Bull, por exemplo, o sócio da Leonardo explica que “essa é a principal forma de retorno”.

Auxiliando também na parte financeira, a quantidade de torcedores que o time possui abre portas para outro jeito de capitalizar os jogos: a venda de itens. Grande parte das organizações possui lojas com produtos dos times, e na Stars Horizon não é diferente. Porém, “[a venda] depende muito da sua base e da torcida que você precisa ter formado, pois é isso que mantém a economia”, frisa Cardoso. 

De diversão para profissão

A presença cada vez maior dos jogos no cotidiano tem gerado em muitos jovens a vontade de transformar diversão em profissão. Entretanto, o sócio da Stars Horizon alerta que as incertezas do cenário o tornam arriscado, embora tenha muito crescimento. Mesmo assim, ele afirma ser um risco que vale a pena, já que “por a pessoa ter afinidade, ela vai trabalhar de uma forma melhor”, completa.

Leonardo diz ainda que as possibilidades são muitas, mas é a competitividade do cenário que o torna incerto. “Você tem que ter habilidade e dedicação muito boas para conseguir estar em alto nível e estar realmente mais seguro”, explica. Ele também frisa que é preciso ter paciência quando se trata de trabalhar com games, pois dedicou “três anos jogando sem ganhar dinheiro, mas hoje sou sócio de uma organização muito grande e que traz inúmeras oportunidades para outras pessoas.”

Empregos nas organizações

Além dos sócios e jogadores, outros empregos também são gerados com as organizações. São duas partes principais que as compõem: performance e visibilidade. Na performance, os coaches (treinadores), analistas e managers são responsáveis pelo desempenho dos jogadores nos campeonatos. São eles que analisam o jogo para ver o que pode ser melhorado e recrutam novos integrantes para o time. Tudo isso acontece dentro da chamada Game Office, espaço onde ocorrem os treinamentos para esses eventos. 

Já a visibilidade abrange toda a parte de divulgação. Produções para Tik Tok, Twitter, Instagram, YouTube e até lives na Twitch são realizadas para mostrar tudo o que acontece e atrair mais torcedores. Entre os trabalhadores desse setor, estão desde videomakers e designers até gestores de tráfego, responsáveis pelas estratégias de crescimento. 

Dedicar para crescer

Para finalizar, Leonardo Cardoso deixa alguns conselhos para quem quer ingressar no mercado de E-Sports: “Vou deixar um recado final para todo mundo que gosta de jogos, acompanha e tem o sonho de ser um jogador: se dedique muito. Quanto mais novo começar, melhor. Às vezes é complicado explicar para os pais sobre isso, mas utilize essa própria reportagem para mostrar um pouco sobre o cenário para eles. Se dedique que você vai alcançar”. 

You may also read!

Relacionamentos tóxicos

Relacionamentos tóxicos interagem diretamente com a química cerebral

O ciclo vicioso que existe no cérebro quando se vive uma relação desse tipo pode ser comparado com o

Read More...
pressão arterial

Exercícios físicos combinados a remédios comuns auxiliam no tratamento de hipertensão

De acordo com o estudo, publicado na revista Clinical and Experimental Hypertension, a losartana é capaz de reduzir a

Read More...
Fome aumentou no Brasil após a pandemia.

Número de brasileiros passando fome no Brasil praticamente dobra após pandemia

Aproximadamente 33 milhões de brasileiros não têm o que comer, o que equivale a 14 milhões a mais que

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu