Olimpíadas de Inverno: “micos” superados: 7 momentos constrangedores das Olimpíadas

In Esportes, Geral

Apesar das situações adversas, a superação torna-se destaque e o espírito esportivo sempre prevalece

 Larissa Schimmack

 Primeiro dia de aula, restaurante lotado, competições e eventos transmitidos mundialmente. Esses são palcos muito propícios para os famosos “micos”, situações constrangedoras que nos fazem ser conhecidos de um jeito nenhum pouco positivo e podem até causar problemas emocionais e traumas psicológicos, como afirma o psicólogo Ricardo Campos.

 A atleta francesa Gabriella Papadakis, participou da prova de patinação artística dos Jogos Olímpicos de Inverno de PyeongChang, na segunda-feira. Ela foi surpreendida por seu próprio figurino que no meio da apresentação, deixou seu seio à mostra durante alguns segundos. Mesmo com o incidente que a fez perder alguns pontos, Gabriella e Guillaume Cizeron, seu parceiro de patinação, ficaram em 2° lugar.

Veja outros 6 atletas que tiveram seu nome conhecido mundialmente por um motivo constrangedor:

1. Viktor Ivanov

Viktor ficou em segundo lugar na prova do dois-sem, na Olimpíada de 1956, em Melbourne. Em comemoração, remador soviético arremessou sua medalha de prata para o alto indo parar no meio do lago Windouree, onde eram realizadas as provas de remo. Por mais que procurassem, as equipes de busca não conseguiram recuperá-la.

2. Joseph Guillemot

Em 1920, nas Olimpíadas de Antuérpia, o corredor francês que ficou em 2° lugar, passou mal ao cruzar a linha de chegada e, na hora de subir ao pódio, vomitou em cima do primeiro colocado, o finlandês Paavo Nurmi. O atleta tinha acabado de almoçar quando soube que o rei da Bélgica havia decidido antecipar o início da disputa. Sem tempo para a digestão, Guillemot teve que correr de barriga cheia.

3. Abebe Bikila

O etíope já era medalhista olímpico quando chegou a Tóquio: em 1960, ele levou o ouro depois de ganhar a maratona correndo descalço. Os organizadores japoneses não acreditaram que o atleta chegaria ao pódio e não providenciaram sequer as partituras com o hino da Etiópia. Mas Bikila venceu a prova e, ao subir ao pódio para receber sua medalha de ouro, o jeito foi a banda improvisar e tocar o hino do Japão.

4. Matthew Emmons

Em 2004, nas Olimpíadas de Atenas, o norte-americano seguia na liderança da prova de carabina três posições, uma modalidade de tiro ao alvo em que o atirador realiza disparos deitado, de joelhos e em pé. Mas, na última rodada, Emmons tomou posição, mirou e acertou o alvo do atleta ao lado, o austríaco Christian Planner. Ele terminou a prova em oitavo lugar e Planner, que estava em quinto, ficou em terceiro e levou o bronze.

5. Vanderlei Cordeiro de Lima

Também em 2004, maratonista brasileiro liderava a prova com quase 40 segundos de vantagem sobre o segundo colocado quando, no meio do percurso, foi surpreendido pelo fanático religioso irlandês Cornelius Horan. O homem invadiu a pista e empurrou Vanderlei, que perdeu o ritmo e acabou ficando com o bronze.

6. Ryan Lochte

O nadador Ryan Lochte foi roubado por homens armados enquanto saía de uma festa no Rio de Janeiro. Pelo menos, foi isso que ele alegou. Mas o americano foi rapidamente desmascarado por testemunhas, que disseram que ele e três amigos – também nadadores dos Estados Unidos – estavam bêbados e aprontaram em um posto de gasolina, vandalizando o local. Seguranças chegaram a apontar armas para os atletas, que foram embora e inventaram a história sobre o assalto. Segundo eles, isso aconteceu por dois motivos: se safar da confusão em que se meteram e tentar salvar o relacionamento de um deles – durante a festa, muitas mulheres estavam envolvidas.

Link da imagem: https://goo.gl/Hz3C3b

 

 

 

You may also read!

Atenção vestibulando MEC anuncia novas mudanças no Enem 2018

Candidatos terão 30 minutos a mais para fazer a prova do segundo dia entre outras mudanças Kawanna Cordeiro Em

Read More...

Conheça os seis melhores museus do Brasil

Para quem acha que no Brasil não tem cultura, conheça os melhores museus para  visitar no dia Internacional dos

Read More...

Cinco cuidados especiais que devemos ter com os olhos

Os olhos são conhecidos como janelas da alma e são responsáveis por boa parte daquilo que percebemos como mundo.

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu