Procura por cursos online aumenta durante pandemia

In Educação
O tédio e a ociosidade são fatores que contribuem para o aumento da taxa de matrículas em cursos online e de pouca duração.

O crescimento do número de pessoas em casa, medida sanitária para controlar o vírus da Covid-19, influenciou a busca por cursos à distância

Helena Cardoso

As medidas de isolamento social, como o lockdown, criadas para reduzir a disseminação do vírus da Covid-19, provocaram uma alteração nas formas de se passar o tempo. Sem poder sair de casa, uma das alternativas encontradas para manter a mente ativa foi participar de cursos online, seja para se profissionalizar em determinada área ou para aprender coisas novas.

Um estudo realizado pela plataforma de ensino Udemy durante os dois primeiros meses da pandemia aponta que o número de matrículas para cursos online subiu mais de 95% no Brasil, e que a procura por eles teve um aumento de 161%. Entretanto, o aumento dessa busca não se deu apenas por parte dos alunos, mas também por profissionais interessados em começar a lecionar.

Tiago Vieira se tornou professor de um curso online em março desse ano. Ele conta que o local onde trabalha como desenvolvedor de softwares já oferecia cursos presenciais antes da pandemia, mas teve que migrar para o módulo virtual. Por causa da demanda, o curso que antes contava com módulo introdutório e avançado, expandiu também para o intermediário. Por essa mesma razão, a empresa de Vieira passou a oferecer maior variedade de cursos e mais vagas para alunos. Tiago Vieira diz também que “por causa da pandemia, mais pessoas procuraram esse tipo de oportunidade.”

O fotógrafo Ricardo Gon foi uma dessas pessoas, e aproveitou o período pandêmico para se aprofundar em diferentes áreas. No início, os cursos que fazia eram voltados para fotografia e design, mas não parou por aí. Após se mudar para uma casa nova, procurou aprender a instalar fiação e a aplicar papel de parede, além de estudar tapeçaria e montar alguns móveis. Entre os motivos que Gon citou para o aumento pela procura de cursos online encontra-se a ociosidade de quem está em casa: “Até mesmo para pessoas que trabalham em home office, você já está em casa, então usa o tempo que perdia de transporte ou de ficar saindo pra festa.”

Vantagens e desvantagens

Tanto Tiago Vieira quanto Ricardo Gon afirmam que a maior vantagem dos cursos online é a não necessidade de deslocamento, o que facilita o acesso dos alunos, além de economizar o tempo dos mesmos. Gon diz ainda que outra vantagem é ser capaz de encontrar tudo que se tem interesse em estudar. “Tem um leque infinito de coisas”, completa. Já sobre as desvantagens, ambos acreditam que há menor dedicação, se comparado a cursos presenciais. Segundo Vieira, virtualmente não é possível ter um feedback e averiguar se seus alunos estão entendendo, e Gon conta que em um curso online você acaba não prestando tanta atenção. Seja através de cursos online ou presenciais, a aprendizagem e a busca pelo conhecimento são essenciais para se manter uma mente saudável. 

You may also read!

Cientistas fazem divulgação no Twitter

Cientistas brasileiros usam o Twitter para popularizar conhecimento especializado

Além de proporcionar entretenimento, o acesso à ciência nas redes sociais auxilia no combate à desinformação. Mariana Santos A

Read More...
Mulher Hulk será lançado hoje.

Mulher Hulk surpreende críticos e batalha pela risada dos fãs

A nova série da Marvel quer resgatar o público com boa atuação e diálogos cômicos. Lucas Pazzaglini A Marvel

Read More...
Continência ao Amor traz reflexões sobre o SUS.

Continência ao amor: o sucesso da Netflix e a celebração ao SUS 

O filme traz reflexões sobre o tratamento de diabetes, o que nos leva a pensar em como o Brasil

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu