Programa do Governo oferece benefícios aos jovens

In Cultura

Victória Coelho

O Identidade Jovem garante ao público entre 15 e 29 anos acesso facilitado de direito à cultura, território e à mobilidade.

O Governo Federal criou pelo Decreto nº 8.537/2015, o programa Identidade Jovem, comumente chamado de ID Jovem. O projeto garante aos jovens com renda familiar de até dois salários mínimos e inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), acesso a benefícios de direito à cultura, direito ao território e à mobilidade. Com a criação do ID jovem, o governo promete alcançar 18,4 milhões de pessoas de baixa renda.

A sentença: “universitário não tem dinheiro”, é comumente abordada em discussões rotineiras. Segundo o último levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), baseado na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), de 2013, mostra que o número de jovens nessa faixa etária que não estudavam, nem trabalhavam chegou a 9,6 milhões. Nesse contexto, muitas vezes a dependência dos pais ainda é habitual e considerável, uma vez que até este momento, os jovens estão em formação em diversas áreas da vida e construindo sua base financeira.

Kathellen Giovana, 18, faz parte do grupo de participantes do ID Jovem. Ela estava em São Paulo e conseguiu viajar para Minas Gerais de forma gratuita. Para conseguir efetuar o cadastro Kathellen revela que o procedimento foi imediato. “Foi tudo tranquilo, eu precisei apenas baixar o aplicativo e recebi a passagem, tendo que pagar somente a taxa de embarque”, completa.

O responsável pela coordenadoria da Juventude de Campinas, Filipe Gonsalves orienta os projetos de divulgação de programas como o ID Jovem. No dia 2 de abril vai acontecer o primeiro evento de divulgação do ID Jovem no projeto “Juventude na Quebrada”, existente desde o ano passado, oferecendo ações culturais e esportivas aos jovens da região, além de divulgar diversos projetos sociais.

Gonsalves ressalta sua preocupação com a falta de divulgação não só aos jovens, como também as empresas que fazem parte do programa, pois muitas delas ainda não possuem preparação necessária para lidar com determinadas situações que envolvem o ID Jovem. Ele observa o projeto como responsável por proporcionar bastante impacto na juventude. “Antes, para conseguir alguns benefícios, como os oferecidos pelo ID Jovem era necessário ter carteira de estudante. Porém, muitos jovens não concluíram os estudos e outros já se formaram, sendo assim, nem todos tinham acesso à cultura ou esportes, por exemplo. Agora a realidade é outra”, anima.

Não obstante, tais benefícios oferecidos pelo programa, nem todos são alcançados já que fatores de renda são determinantes. Para sanar dúvidas em relação a participação, ou mesmo cadastros, há uma página no site da Caixa com inúmeras informações e um aplicativo para smartphones. O aplicativo ID Jovem é disponível para IOS, Android e Windows Phone.

 

Link da imagem: https://goo.gl/EAYYNm

You may also read!

Como andam as suas maneiras?

São os atos do dia-a-dia que definem o caráter, e, também, a deselegância  Maria Teófilo Em 13 de novembro

Read More...

Resumo das notícias do dia: 02/12/2019

Confira: Denúncias de Tortura no Rio de Janeiro Tiroteiro policial em Paraisópolis Reunião da Cúpula de Combate às Mudanças Climáticas

Read More...

Novela brasileira vence premiação internacional

Isabella Anunciação A novela “Órfãos da Terra” venceu o prêmio Rose D’Or em Londres neste domingo. O programa brasileiro

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu