Quatro opiniões sobre o Mecanismo

In Cultura

A nova série da Netflix mexeu com o cenário político brasileiro e levantou opiniões a respeito do assunto

Emanuely Miranda

A Operação Lava-Jato, iniciada em março de 2014 pela Polícia Federal, busca investigar um sistema de lavagem de dinheiro que envolveu nomes do cenário político e empreiteiro. As fases operacionais desencadearam opiniões a respeito dos procedimentos adotados e, recentemente, deram origem a um produto audiovisual. Na última sexta (23), o serviço de streaming Netflix lançou uma série cujo enredo se concentra na operação e seus mecanismos. No entanto, a repercussão do lançamento divide as críticas, assim como ocorre em relação aos fatos reais que o embasam.

  1. “A série é excepcional”

Thiago Basílio, jornalista, admite que nunca viu nada parecido em termos de produção brasileira, exceto no caso da série Justiça. “A fotografia é excelente, a atuação é fantástica, o texto é incrível e o roteiro é muito bem trabalhado”, elogia. Ele acredita que algumas polêmicas poderiam ter sido evitadas, mas ainda assim, em sua opinião, autor e diretor têm liberdade artística para trabalhar. “Ser baseado em fatos reais que dizer que existe uma base, mas não necessariamente significa o todo”, pondera. Portanto, convida a todos para que assistam de mente aberta e sem amarras políticas.

2. “Estou esperando ansiosamente pela segunda temporada”

Emily dos Santos, universitária, se considera leiga em assuntos políticos. Para ela, a série foi didática a ponto de explicar de forma clara tudo que aconteceu. “Achei que os nomes tinham que ser expostos”, opina. Os produtores da série optaram por usar nomes fictícios em lugar dos reais. Os personagens remetem às pessoas de fato envolvidas na Operação. Em um dos papéis principais, está Selton Melo. “A voz dele é um espetáculo à parte”, brinca.

3. “Essa série gera reflexão’

Rui do Amaral, universitário, relembra House of Cards, série americana que gira em torno da Casa Branca. Em sua opinião, O Mecanismo tem teor político da mesma forma, mas gera maiores polêmicas por se tratar de uma realidade brasileira. “Essa repercussão será positiva para a Netflix porque, de um jeito ou de outro, todos estão falando da série”, acredita. A respeito da produção, Rui só faz elogios. “Tirando a parte ideológica, a série é muito boa do ponto de vista técnico”, opina.

4. “A ideia de fazer uma série sobre o cenário político brasileiro foi genial.

Juliano Santos, estudante, reforça a ideia de que a série é ficcional e, além disso refletirá a visão de uma das partes envolvidas visto que a produção foi inspirada no livro Lava Jato: O Juiz Sérgio Moro e os Bastidores da Operação que Abalou o Brasil. “A gente costuma ver como as coisas acontecem por fora, mas O Mecanismo nos traz a ideia de como funciona nos bastidores”, afirma. Ele ainda não terminou a temporada, mas gosta de ressaltar que, apesar de ser baseada em fatos reais, a ficção não é um veículo noticioso.

Link da Imagem:

https://goo.gl/JhmCUU

You may also read!

Como viver de modo sustentável?

Entre as ações mais nocivas ao meio ambiente está o consumo de plástico Adalie Pritchard No dia 1° de

Read More...

Semana de Educação Financeira conscientiza jovens sobre investimentos

Aplicações no Tesouro Direto estão entre as mais viáveis para universitários Djuliane Rodrigues Entre os dias 20 a 26

Read More...

Musical “Fé, Esperança e Amor” é apresentado no Unasp Engenheiro Coelho

Obras de “Les Misérables” e “The Sound of Music” foram interpretadas por estudantes da Licenciatura em Música Ana Clara

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu