Remédios naturais podem ser alternativa para tratamento de doenças

In Saúde

Thaís Alencar

Para ser válido e eficiente, o remédio natural precisa ser ingerido na dosagem certa

Há pessoas que diante de qualquer sintoma de doenças preferem recorrer a remédios diferentes dos oferecidos nas farmácias. São os chamados remédios fitoterápicos ou naturais. O fitoterapeuta André Resende esclarece a diferença entre os dois. Segundo ele, os dois tipos de medicamentos divergem principalmente no que diz respeito a matéria prima. “O fitoterápico é um produto natural extraído de matéria vegetal e o natural tanto pode ser extraído de vegetal ou animal”, explica.

A dona de casa Maria da Glória Silva Santos, embora se considere uma leiga quando o assunto é fitoterapia, admite o uso que não só ela, mas, a sua família faz deste tipo de remédio. “Usamos bastantes chás e sementes para doenças como diabetes e problemas musculares”, conta. Resende adverte para o fato de que mesmo se tratando de um produto natural, não pode haver uso abusivo. “é necessário haver dosagem para ser administrada”, instrui.

Ainda segundo o fitoterapeuta, o benefício do medicamento fitoterápico em detrimento dos outros é que, quando ingeridos na dosagem certa, o índice de contraindicação é bem menor. O resultado destes tratamentos depende de uma série de fatores, inclusive do acompanhamento profissional e da resposta do próprio organismo do indivíduo. Segundo Resende, é importante adquirir produtos de procedência a fim de que a garanti do produto seja assegurado.

Glória sentiu na pele o poder curativo dos remédios vindos da natureza. Após sentir muitas dores no fundo dos olhos, resolveu procurar orientação médica. Ela conta sobre algo que chamou bastante a atenção durante o atendimento: “o médico perguntou três vezes se eu era diabética”, relembra. Aquilo a incomodou de tal maneira que resolveu procurar um posto de saúde para fazer um exame rápido de seu nível de glicose no sangue. “Estava altíssimo. Eu me assustei”, afirma.

Diante desta realidade, Glória decidiu iniciar imediatamente uma reforma em seus hábitos alimentares. Além disso, adicionou a sua dieta a semente de alpiste e alimentos como o quiabo. Um ano se passou desde que essas resoluções foram tomadas pela dona de casa. De lá para cá, nunca mais o nível de açúcar subiu em seu sangue, segundo ela.

De acordo com o site da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), os remédios fitoterápicos dependem do selo de regularização do órgão para serem comercializados porque passam por um processo, na maioria das vezes, de envasamento.

 

Link da imagem: https://goo.gl/hRH6XO

 

 

You may also read!

Dia dos Pais é comemorado neste fim de semana

Dia dos Pais: 8 ideias para você comemorar com o seu paizão

Saiba como celebrar com seu pai nesse dia especial Lucas Pazzaglini O Dia dos Pais está chegando e talvez

Read More...
Dependentes de Nicotina recebem ajuda do SUS

SUS proporciona campanha de tratamento para dependentes de nicotina

Promovido pelo Ministério da Saúde e Instituto Nacional do Câncer, o projeto visa auxiliar a comunidade dependente por meio

Read More...
Rodada do paulista de Flag Football foi no UNASP

UNASP recebe rodada do Campeonato Paulista de Flag

As partidas de Flag contaram com 16 times no total, nas categorias  masculinas e femininas, movimentando torcedores das equipes

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu