Secretaria da Cultura e Casa das Rosas realizam projeto inclusivo no mês de setembro

In Cultura, Educação, Geral

A campanha chamada Setembro Azul busca conscientizar sobre a importância de ações que promovam o acesso à cultura para a comunidade surda

Amilly Caroline Diniz

O mês de setembro é carregado de marcos importantes para a Comunidade Surda. De acordo com o Censo de 2010 realizado pelo IBGE, no Brasil há cerca de 9,7 milhões de surdos. Cumprindo com seu papel como espaço museológico acessível a todos, a Casa das Rosas promove uma série de atividades durante o Setembro Azul.

A supervisora do Educativo da Casa das Rosas, Alexandra Rocha, explica a importância de projetos inclusivos no ambiente. A importância se dá ao ampliar a extroversão do acervo e da temática de atuação do museu, contribuindo para a formação de público de museus e equipamentos culturais, por meio de exposições, cursos, oficinas, workshops, palestras e eventos que viabilizem, com acessibilidade, o acesso qualificado da população à cultura e à educação”, afirma.

No dia primeiro deste mês já foi lançada uma campanha no site e redes sociais para que a comunidade surda sugira e eleja os sinais em Libras pertinentes à Casa das Rosas e ao poeta Haroldo de Campos, além de específicos para os eixos temáticos e repertórios do museu. No dia 16, o grupo Corposinalizante promoveu o Slam do Corpo: uma competição de poesia que vai usar a experimentação poética com língua de sinais. No dia 17, o dia foi  cheio de palestras e contação de histórias em Libras-Português: a história da Casa das Rosas e da Avenida Paulista contada em Libras de maneira lúdica por contadora surda com tradução simultânea em português.  Após esse momento, as crianças puderam aprender o alfabeto em Libras e sinais a serem escolhidos por elas.

Alexandra conta que além da programação especial, há outras formas de acessibilidade. “Está sendo finalizado um videoguia em Libras e com legendas em português que poderá ser acessado em um tablet pelos visitantes surdos, além de toalete acessível, fraldário, elevador e rampa de acesso para pessoas com cadeiras de rodas”, explica.

Roseli Gonçalves, que trabalha na Divisão de Educação Especial dentro da Secretaria Municipal de Educação e gerencia um blog que aborda deficiências e os desenvolvimentos da tecnologia, reitera o valor de projetos inclusivos. “Projetos assim integram o deficiente e o apresentam à sociedade. No caso dos deficientes auditivos, mostram a segunda língua oficial do Brasil, empoderam o surdo e dão a possibilidade de todos conhecerem às libras”, comenta.

A Casa das Rosas está localizada na Avenida Paulista, 37, próximo à estação Brigadeiro do metrô. Aberta de terça a sábado, das 10h às 22h, e domingos e feriados, das 10h às 18h. Para quem se interessar pelo assunto, vale a pena conferir o blog da Roseli: www.maosemmovimento.com.br. Para qualquer dúvida sobre a programação, é só acessar a página oficial: www.casadasrosas.org.br.

Sobre o setembro azul

O mês de setembro é marcado por datas ligadas às lutas e conquistas dos surdos. Dia 21 é comemorado o Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência. No dia 26 é comemorado o Dia Nacional do Surdo e aniversário do Instituto Nacional de Educação de Surdos (INES). E, finalmente, no dia 30 de setembro é comemorado o Dia Internacional do Surdo.

Por que a cor azul?

O azul é uma cor emblemática, pois na Segunda Guerra as pessoas com deficiência eram identificadas com uma faixa de cor azul no braço e depois eram mortos. O azul turquesa foi escolhido por ser uma cor viva e representar o orgulho de ser surdo.

*Foto: Divulgação

You may also read!

Estrangeiros vieram mais ao Brasil

Entrada de estrangeiros no Brasil é 60% maior que em 2021

Embratur indica que as viagens de estrangeiros no Brasil e na América Latina devem voltar aos níveis pré-pandemia até

Read More...
buraco atacama

Buraco de 200 metros de profundidade surge no deserto do Atacama

Autoridades começaram as investigações de um buraco gigante que surgiu em uma região de mineração no norte do Chile.

Read More...
Jô Soares morre

Jô Soares morre aos 84 anos

O apresentador Jô Soares foi internado para tratar uma pneumonia e faleceu na madrugada desta sexta-feira Paula Orling O

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu