Sesc de Campinas conta com 30% da população no Dia do Desafio

In Esportes

Rafaela Vitorino

O evento é promovido pelo Sesc desde 1995 e objetiva aderir um público cada vez maior. Resultado da 23º edição do Dia do Desafio sai hoje à noite

O Sesc Campinas participou ontem (31) da 23º Edição do Dia do Desafio. Com o tema “Você se mexe e o mundo mexe junto”.  30% da população foi mobilizada. O evento foi criado no Canadá em 1980 e é coordenado no Brasil desde 1995 pelo Sesc. Anualmente, a competição é realizada na última quarta-feira do mês de maio entre cidades de todo o continente americano.  Ocorrem diversas atividades físicas como caminhada, ciclismo, gincanas, capoeira etc. Este ano, Campinas competiu com a cidade de Fortaleza.

Os municípios disputam para mobilizar o maior percentual de participantes em relação ao seu total de habitantes e aquela com o maior número, ganha. Mesmo assim, o principal objetivo por trás do torneio é o incentivo a atividades físicas. De acordo com o supervisor de esportes do Sesc de Campinas, Fabiano Martrodi, o evento começou a ter uma importância maior para as pessoas no aspecto a partir do momento em que elas foram convidadas a inserir o exercício no seu dia a dia “No início eram atividades desafiadoras, de impacto. Hoje são atividades voltadas mais para o dia-a-dia; as pessoas estão mais conscientes”, ressalta. Ele ainda enfatiza o porquê do evento acontecer no meio da semana. “Conscientiza. Remete ao fato de que se você consegue colocar uma atividade no meio da semana, também consegue incorporá-la permanentemente ao seu dia a dia”, completa

Coordenado pela monitora de esportes Carolina Reis, o Sesc de Campinas realizou atividades no terminal de ônibus urbano Magalhães Teixeira, em poupa-tempos e na própria unidade do Sesc.  Atividades como jogos de raciocínio, futsinuca e aulas abertas foram oferecidas a toda a população. A professora de Educação física Martha Frigene esclarece que tipo de atividades são realizadas no dia do desafio. “Nós geralmente informamos a data do evento e então fazemos aulas especiais e abertas ao público em geral como forma de incentivo. Quando vamos a parques, rodoviárias e espaços públicos fazemos aulas para que todas as pessoas possam participar independente da capacidade física. Precisamos aderi-las à prática do exercício físico, explica.

O participante do dia do desafio Isbarroberto Gonçalves comenta sobre a importância do desafio. Segundo ele, a correria da vida acaba levando as pessoas ao sedentarismo, usando a desculpa de que um dia vão resolver isso. “O simples fato de existir essa data simbólica, trabalhando com palestras e depoimentos, pode levar as pessoas a refletirem sobre suas escolhas e a tomarem uma atitude que possibilite o inicio de uma transformação na busca por melhorar a saúde e o bem-estar”, reflete.

O Colégio da Polícia Militar em Campinas também participou do desafio. O psicólogo escolar Mateus de Moura acompanhou as atividades durante todo o dia. De acordo com ele toda a escola foi mobilizada, desde a educação infantil até ao ensino médio, contando ainda com a participação de colaboradores. “O Dia do Desafio muda a rotina pré-estabelecida da escola, envolvendo a prática de movimentação do corpo e ainda a relação interpessoal dos alunos. São atividades diferentes que eles não têm no dia a dia”, ressalta.

 

Link da imagem: https://goo.gl/oH8T0S

You may also read!

Como viver de modo sustentável?

Entre as ações mais nocivas ao meio ambiente está o consumo de plástico Adalie Pritchard No dia 1° de

Read More...

Semana de Educação Financeira conscientiza jovens sobre investimentos

Aplicações no Tesouro Direto estão entre as mais viáveis para universitários Djuliane Rodrigues Entre os dias 20 a 26

Read More...

Musical “Fé, Esperança e Amor” é apresentado no Unasp Engenheiro Coelho

Obras de “Les Misérables” e “The Sound of Music” foram interpretadas por estudantes da Licenciatura em Música Ana Clara

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu