ENEM 2021 contará com calendário diferente para participantes do primeiro e segundo período de inscrição

In Educação, Geral
Enem

As provas serão realizadas em quatro datas diferentes. Os inscritos devem consultar o calendário correspondente ao seu período de inscrição.

Bruna Schaun

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) tem quatro datas de realização neste ano. As provas serão realizadas dia 21 e 28 de novembro para quem se inscreveu no primeiro período de inscrição (30 de junho a 14 de julho) e efetuadas nos dias 9 e 16 de janeiro para quem se inscreveu no período posterior (14 a 26 de setembro). O segundo período foi informado pelo Inep e é destinado a quem teve isenção do pagamento da taxa em 2020, mas faltou nas provas e não justificou a ausência. O número de inscritos que era de 3.109.762 aumentou em 9% com o novo período de inscrição.

Além dos participantes que se inscreveram do dia 14 ao dia 26 de setembro, também irão executar a prova nos dias 9 e 16 de janeiro, adultos privados de liberdade e jovens cumprindo medida socioeducativa, incluindo privação de liberdade. O período foi aberto, pois quem teve isenção da taxa do Enem e faltou nos dias da prova de 2020, teve como justificativa o medo de pegar o vírus Covid-19 ou estar com sintomas.

Faltando apenas 52 dias para a primeira etapa do exame, a preparação para a mesma já está a todo o vapor. Júlia Pacheco, estudante do ensino médio na instituição de ensino Gaia Curso e Colégio, de Florianópolis (SC), escolheu o método de refazer simulados para sua preparação para conseguir passar em uma faculdade de medicina com a ajuda do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). “Estudo em média seis horas, sem contar o período escolar de cinco horas. O método que eu me adaptei melhor foi fazendo questões por meio de simulados, pois consigo ter noção do meu desempenho e acabo revisando o conteúdo do ano inteiro”, explica a estudante.

Se engana quem pensa que o Enem não tem importância, para Júlia, o exame representa a principal porta de entrada para a universidade. “O Enem é extremamente relevante, pois posso aplicar minha nota em várias universidades. Como quero medicina, o Enem será primordial na garantia ao acesso a um bom sistema de ensino superior”, comenta a estudante.

Para quem vai realizar a prova e não sabe por onde começar a preparação, Marcelo Haubert, Mestre em Ensino de Matemática da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), deixa algumas dicas: “Nessa reta final o melhor é enfatizar a realização de questões dos ENEMs dos últimos anos. Estabelecer uma constância (todo dia fazer sete questões de uma disciplina, por exemplo). Ir atrás do que errou. Há muitas maneiras de estruturar uma rotina. O curso pretendido e a quantidade de concorrentes é o primeiro passo para estabelecer a quantidade de horas por dia. Acredito que três disciplinas por dia é o ideal (alternar entre as que prefere e as que não)”.

Por causa do número menor de participantes do exame deste ano, quem realizar a prova terá mais chances de ingressar na tão sonhada universidade. Os participantes poderão usar a nota do ENEM para se inscrever no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), no Programa Universidade para Todos (ProUni) e no Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), programas do Ministério da Educação (MEC). Mais informações à respeito dos programas relacionados ao exame podem ser encontradas no site do Inep.

You may also read!

Mais da metade dos estagiários ajudaram financeiramente seus familiares em 2021

Perda de direitos como auxílio transporte, recesso remunerado e redução de dias em provas fez parte da pesquisa da

Read More...
Participação de jovens na política também acontece com o apoio de influencers

Influencers aumentam o interesse de jovens na política

Com as eleições se aproximando, adolescentes e jovens se engajam na política através das redes sociais. Hellen de Freitas

Read More...
Homens morrem mais em acidentes

Homens morrem mais que mulheres no trânsito

Levantamento realizado pelo Instituto de Segurança Pública revela os números da violência sobre rodas. Yasmim Ferreira A pesquisa lançada

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu