Dia Mundial da Água tem como objetivo conscientização e debate sobre o assunto

In Geral

Métodos como utilizar a água da chuva são maneiras de economizar e evitar desperdício

Gabriela Vieira

Hoje, 22 de março, é comemorado o Dia Mundial da Água. Desde 1992, a Organização das Nações Unidas (ONU) dedica esse dia à discussão sobre o assunto e conscientização do mesmo. Apesar do planeta ser composto por 71% de água, apenas 0,8% desse total é potável, devido à grande parte ser água salgada ou estar poluída. Isso levou a ONU a instituir esse dia, juntamente com o documento de “Declaração Universal dos Direitos da Água”, que é ordenada em dez artigos, composto por medidas, sugestões e informações à população. Segundo a Unicef, mais de 1400 crianças com menos de 5 anos morrem por dia devido a falta de água potável, saneamento básico e higiene.

Já em outros locais, a seca faz parte da realidade. Decretos de calamidade pública são anunciados no Brasil, tendo um aumento de 199% nos últimos anos. A região nordeste é a que mais sofre com essa situação, sendo indicado aos moradores maneiras de armazenar água, como criação de poços artesianos, tendo também ajuda de carros-pipa e a realização de obras de adutoras. A estudante Tharine Rios é natural de Capim Grosso, Bahia, e conta que é muito normal o uso de cisternas, por ser um lugar muito seco e a água ser escassa. “Eu acredito que o maior benefício é ter, digamos, uma garantia de água. Minha cidade às vezes passa por racionamento. Então, é preciso economizar. Com a água da cisterna é possível dar uma aliviada no gasto através da rede, além de molhar plantas e lavar os carros”, afirma.

Tharine explica que mora no meio do sertão e que a maioria das cidades da região estão sempre decretando estado de calamidade pública pela falta da água. Isso afeta principalmente a população que mora na zona rural, por faltar água e, consequentemente, comida para os animais. “As cisternas, poços artesianos e caminhões pipas são os meios que dão suporte e ajudam os animais a sobreviverem a seca. Creio que a grande maioria tem sim uma forma de armazenar, meu pai trabalha com caminhão pipa colocando água nas fazendas e sítios, é possível dizer que quase 100% do ‘sertanejo’ tem em sua casa um local de armazenamento de água da chuva”, enfatiza. Ela aponta que as formas de reserva de água trazem a economia, mas não ajuda tanto devido a água não ser tratada, podendo ser utilizada mais para limpeza doméstica.

Segundo o engenheiro Paulo Vieira, o aproveitamento da água da chuva com cisternas é uma das principais alternativas para a redução da escassez. “O uso é viável economicamente, baixo custo e eficaz na resolução do problema do uso excessivo da água potável. Vale lembrar que o projeto arquitetônico tem que fomentar, dando condição de ter uma casa bonita e moderna utilizando água da chuva”, ressalta o engenheiro. Métodos podem ser utilizados em favor desse aproveitamento, usando para a lavagem de calçadas, irrigação de plantas e máquinas de lavar roupas. Em outros países a água é coletada de acordo com seu melhor aproveitamento, como em algumas cidades do Japão, com programa de incentivo financeiro para quem fizer o sistema de aproveitamento da água da chuva, onde é armazenada em reservatórios que ficam no subsolo, sendo tratada e usada pela população e também para combater incêndios.

 

Crédito da foto: https://goo.gl/qXHtr0

You may also read!

Ex-ministro da Cultura repercute saída de Regina Duarte

Marcelo Caleiro vê como “capítulo triste” a passagem da atriz pela Secretaria da Cultura Gabriel Buss (Redação PolitiBuzz) O

Read More...

Ministério da Saúde autoriza uso de Cloroquina em todos os casos da covid-19

Autorização foi assinada pelo ministro interino da Saúde, Eduardo Pazuello Gabriel Buss (Redação PolitiBuzz) Como prometido pelo presidente Jair

Read More...

Regina Duarte deixa a Secretaria da Cultura

Atriz sai após dois meses na pasta, e vai comandar a Cinemateca brasileira Gabriel Buss (Redação PolitiBuzz) O presidente

Read More...

One commentOn Dia Mundial da Água tem como objetivo conscientização e debate sobre o assunto

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu