Por que dormimos tão mal?

In Saúde

Pesquisa realizada no mês de março pelo Datafolha mostra que o brasileiro dorme cada vez pior e isso só piora com a idade

Kawanna Cordeiro

A última pesquisa feita pelo Datafolha comprovou que o brasileiro está perdendo a qualidade do sono. Segundo o estudo, em 2008, 68% dos idosos atribuiu a noite de sono como boa ou ótima. Já em 2018, esse número caiu 14%, ou seja,  apenas 54% dos idosos consideram o sono como bom ou ótimo.

Além da falta de disposição e do mal humor constante no dia seguinte à noite mal dormida, existem outros inúmeros problemas como consequência. “Pessoas com dificuldade para dormir têm mais consequências cardiovasculares, como infarto e derrame cerebral. O sistema imunológico pode ser prejudicado porque determinadas substâncias de defesa são secretadas enquanto você dorme profundamente”, explica o neurologista do Instituto de Medicina do Sono de Campinas e Piracicaba, Shigueo Yonekura. “Depressão e ansiedade também podem ser consequências de noites mal dormidas”, destaca.

Separamos recomendações simples para você dormir melhor:

  1. Na hora de dormir quanto mais escuro o quarto melhor. Como a pálpebra é muito fina, qualquer luminosidade interfere a produção da melatonina, o hormônio do sono.
  2. Falando em luz, é difícil resistir, mas a luminosidade azul dos aparelhos eletrônicos pode enganar o cérebro a acreditar que ainda é preciso ficar alerta. Portanto deixe o celular de lado pelo menos 30 minutos antes de deitar.
  3. Evitar bebidas e alimentos estimulantes depois das 17 horas. Café, refrigerantes, achocolatados, bebida alcoólica e cigarros, são algumas das coisas promovem uma atividade cerebral intensa.
  4. Tomar um banho com água quente antes de dormir ajuda a relaxar os músculos tensos das atividades do dia.
  5. Ouvir música relaxante e ler um livro na cama podem fazer com que o sono chegue mais rápido.
  6. Ter uma rotina de sono também pode ser interessante. Horário de deitar, horário de levantar.
  7. O ideal seria evitar sonecas durante o dia, mas se for impossível para você, o cochilo não deve exceder 15 minutos. “Pesquisadores americanos estudaram durante anos os benefícios da soneca e descobriram que, principalmente para os homens, este cochilo diminui o estresse e até o risco de problemas cardíacos. A soneca também melhora o raciocínio, a atenção, a memória e coordenação motora”, explica Shigueo Yonekura.

 

Link da imagem: https://goo.gl/7BXCWv

You may also read!

No pain, no gain

A prática de atividade física traz diversos benefícios às pessoas Kelyse Rodrigues Muitos desejam a sonhada “barriga chapada”, aqueles

Read More...

Cinco coisas que você NÃO deve falar para uma pessoa depressiva

Falta de compreensão e conhecimento sobre a doença por parte da sociedade pode prejudica a vida dos depressivos Karol

Read More...

Precisamos falar sobre a saúde mental dos universitários

A faculdade potencializa a ansiedade de muitos jovens Letícia Bessa Problemas para lidar com o estresse são muito frequentes

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu