Compras online: podem ser consideradas 100% confiáveis?

In Economia, Geral

Compras online no Brasil aumentaram R$450 bilhões nos últimos três anos.

Raquel Condor

Fazer compras online tornou-se mais frequente nos últimos anos; no entanto, ainda existe alguma desconfiança por parte do cliente, uma vez que o comprador não vê fisicamente o produto. Alguns critérios que a maioria das pessoas levam em conta no momento de fazer suas compras são: os comentários de outros usuários, o material do produto ou o prazo de entrega. 

Segundo o Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (MDIC), as vendas online no Brasil tiveram um grande crescimento desde o começo da pandemia em 2020, gerando assim mais de R$450 bilhões nos últimos três anos, e até tornaram a maioria das pessoas mais consumistas.

É sempre seguro comprar online?

Sites como Amazon, Mercado Livre, Casas Bahia ou AliExpress são páginas em que você pode realizar suas compras de maneira online. Nesses sites, podemos achar diferentes produtos, desde roupas até dispositivos eletrônicos para casa. 

Já que realizar compras online tornou-se muito mais frequente na vida das pessoas, as possibilidades de ser enganado aumentaram. O maior medo que os consumidores podem sentir é saber se a sua compra será entregue. No momento de fazer o pagamento, você está ciente de que existe alguma pequena possibilidade de que esse pedido que está realizando não chegue, ou que chegue em condições ruins. 

“Fizemos a compra, efetuamos o pagamento e até pagamos o frete para mais segurança, mas o pedido nunca chegou”, diz Ashlain Lazcano, estudante de música do UNASP. “Entramos em contato com a loja por e-mail para pedir a devolução do dinheiro e até agora não tivemos resposta”, relata.

Casos como o de Ashlain são comuns, é por isso que é importante encontrar uma loja na qual possamos nos sentir seguros e confiantes antes de fazer uma compra.

O que considerar antes de fazer alguma compra virtual?

Alguns critérios devem ser considerados para ajudar a efetuar uma boa compra. Adriana Meza, aluna de Publicidade e Propaganda no UNASP, conta que o preço e a qualidade do produto são os aspectos que trazem mais preocupação ao comprar. “Sempre verifico se a qualidade do produto justifica o preço apresentado”, indica.

Ela também diz que, antes de comprar em um site ou loja online, procura opiniões de outros usuários que já compraram lá, para entender mais sobre a experiência deles nesse site.

Para Ashlain, os critérios mais importantes são os mesmos de Adriana. Antes de qualquer compra, ela busca nos comentários de outros usuários a opinião sobre a qualidade do produto e se o preço está de acordo com o que é oferecido.

Vendedores procuram um melhor serviço para o cliente

Vendedores online procuram maneiras de garantir que o produto que oferecem tenha boa qualidade. O objetivo é que o cliente volte a comprar em sua loja, além de conseguir bons comentários dos consumidores. 

Paula Fernandes dos Santos, dona da loja ECO BR 40, conta que o mais importante na apresentação de um novo produto para ela é a qualidade dele. “Ele deve entregar exatamente o que foi prometido ao cliente”, enfatiza. 

Ela também indica que é necessário dar ouvido aos clientes para poder oferecer um melhor serviço. “O cliente, e suas preferências, que direcionará as ações e possíveis ajustes nos produtos ou serviços prestados”, diz. Paula ainda explica que os clientes gostam bastante dos seus produtos, porque a proposta é diferenciada, já que a mercadoria é 100% ecológica.

Caso você queira saber alguma coisa sobre a página onde quer realizar sua compra ou fazer alguma reclamação sobre o site, você pode usar o PROTESTE (página que tem como objetivo a defesa do consumidor no Brasil. Ela tem um canal de reclamações no qual você poderá achar e fazer suas observações devidamente.

You may also read!

Dengue e Covid: os diferentes sintomas das doenças

Febre e dor de cabeça são sintomas comuns, e especialistas apontam quais devemos nos alertar.  Davi Sousa O Brasil

Read More...

Como as microssonecas afetam nossa saúde

As “inofensivas” sonecas que duram apenas segundos podem significar uma péssima rotina de sono. Nicoly da Maia As microssonecas

Read More...

Governo lança programa com investimentos de R$ 700 milhões para Amazônia

A parceria com 70 municípios prevê a redução de desmatamentos e incêndios zero até 2030 na Amazônia. Elinelma Vasconcelos

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu