Conheça o “Red Pill’’, movimento de coachs e misoginia

In Cultura, Geral

Organização se inspira no filme Matrix e populariza crenças de macho alfa na internet.

Hellen de Freitas 

O movimento conhecido como Red Pill vem viralizando e ganhando relevância nas redes sociais. O termo Red Pill, ou pílula vermelha em português, se inspirou no filme Matrix, no qual os personagens têm a escolha de qual cápsula tomar. A azul, significa se manter ‘’cego’’ em relação ao mundo e a vermelha te dá o poder de abrir os olhos e enxergar a realidade. 

Baseado nisso, esse movimento acredita e propaga ideologias de macho alfa ou macho sigma, nas quais os homens vão contra o sistema que acreditam favorecer totalmente a vida do sexo feminino.

Manual da ‘’Campari’’

Coach da Campari, apelidado pelos internautas, Thiago Schütz é um dos nomes de destaque da organização. Ele é responsável pelo Manual Red Pill Brasil, inspirado no documentário, The Red Pill feito por Cassie Jaye, que retrata o feminismo como o antagônico do machismo, defendendo a ideia de que as mulheres se sentem superiores aos homens. Além dos seus ebooks sobre o assunto, ele faz atendimentos em grupos que chegam a custar 2 mil reais por sessão. 

Thiago é mentor e cria conteúdos que colocam mulheres como infiéis, manipuladoras, falsas e sempre enfatiza que elas são feitas apenas para fins sexuais. Ele viralizou recentemente nas redes sociais por relatar no Buteco Podcast uma situação em que uma mulher o importuna para tomar cerveja, enquanto ele queria permanecer no seu Campari. Segundo o coach, situações como essas são para reforçar a autenticidade do homem e mostrar que devem seguir suas vontades e não a das mulheres. 

Denúncia

Por conta da atenção que a pauta ganhou, muitas pessoas comentaram sobre a misoginia que era propagada. Livia La Gatto, atriz, fez um vídeo falando sobre homens que fazem discurso de ódio contra as mulheres e se promovem através disso. Schutz se sentiu ofendido e ameaçou a artista de morte: ‘’Você tem 24 horas para retirar seu conteúdo sobre mim. Depois disso é processo ou bala. Você escolhe”, foi a mensagem enviada via Instagram para a artista. 

Livia compartilhou tudo em suas redes e disse que vai continuar indo contra os pensamentos de homens que, como ele, reproduzem machismo e discursos de ódio como se tivessem esse direito. Thiago também se pronunciou e diz ser incapaz de atirar ou ferir qualquer pessoa, ele ainda menciona que usa muitas gírias e que a ‘’bala’’ da mensagem não seria no sentido literal e mais como algo de ‘’bora’’ ou vamos resolver de outra maneira. 

You may also read!

Excesso de proteína aumenta o risco de doenças cardiovasculares

Proteínas devem ser consumidas com equilíbrio, segundo especialistas. Késia Grigoletto  O excesso do consumo de proteínas aumenta o risco

Read More...

Jovens se sentem mais felizes sem o celular, diz pesquisa

Entenda como os adolescentes lidam com o tempo de tela. Luiza Strapassan O uso do celular entre os jovens

Read More...

Programas de exercícios melhoram a qualidade de vida de pacientes com câncer de mama metastático

A atividade física é benéfica para pacientes com câncer de mama avançado, melhorando a qualidade de vida, reduzindo a

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu