Dólar chega a atingir R$4,74, o menor preço desde 2020

In Economia, Geral

O investimento estrangeiro dentro do Brasil nesses últimos 3 meses, já ultrapassou o do ano anterior inteiro.

Ana Beatriz Toyota

O dólar comercial marcou o valor de R$4,74 nesta sexta-feira (25). Esta é a oitava queda consecutiva, e faz com que o Real seja a moeda mais valorizada em relação ao dólar até o momento. Com mais essa baixa, a moeda acumula um total de queda de 14,86% só neste ano.

As tensões no Leste Europeu e o consequente aumento do petróleo colaboraram para o interesse exterior. Todo esse aumento brusco da valorização do real, mantém a dúvida sobre o melhor momento para viajar ou comprar o dólar comercial, ainda mais em ano de eleições, onde seu valor é instável.

Tensões que favorecem a queda do dólar

Os conflitos entre Rússia e Ucrânia agitaram as economias mundiais abrindo sanções e embargos contra o país de Vladimir Putin. Esses “bloqueios” comerciais promovidos pelos EUA e toda a Europa, aumentaram as preocupações sobre o desabastecimento e altos reajustes de preço do petróleo. O barril do tipo Brent, usado como modelo mundial, chegou a ultrapassar os US$120. 

Além disso, as bolsas europeias estão em queda. Mediante os temores da escassez de commodities, o mundo econômico pôs em prática o princípio de “oferta e demanda”, pois em meio a essa procura impulsionaram-se os preços de produtos como o milho, trigo e petróleo. Sob essa perspectiva, países considerados menos vulneráveis às tensões políticas e que exportam esses produtos, (como o Brasil) têm sido mais procurados.

Impactos na economia brasileira

O dólar atua diretamente no preço das importações que chegam no Brasil, assim como no valor das viagens ao exterior, ou seja, o preço de toda mercadoria que vem do exterior é elevado caso a moeda norte-americana aumente.

O impacto nacional refletiu em promessa dos órgãos governamentais. De acordo com a equipe do Ministro da Economia, Paulo Guedes, o principal objetivo é contribuir na diminuição da inflação no Brasil.

O economista Matheus Santos, declara que “o impacto principal dessa queda será no custo dos insumos, tanto da indústria, quanto dos itens de consumo.” Ele acredita que a queda exagerada do dólar tende a parar por conta da expectativa do aumento de juros nos EUA, o que irá atrair investidores. 

Essa é a melhor época para comprar a moeda?

Por conta da baixa significativa no dólar, a qual não se via há muitos anos, especialistas afirmam que o investimento agora pode ser uma boa alternativa. O economista Felipe Silva explica que “é um bom momento para comprar dólar, pois estamos num ano em que a volatilidade cambial vai ser intensificada com os rumos da eleição. Não acho que conseguiremos sustentar o patamar desse câmbio por muito tempo.”

As eleições de fato representam uma grande instabilidade no valor do real no exterior. Por isso, é interessante o investimento prévio enquanto o Brasil ainda atrai a atenção de investidores do exterior. 

You may also read!

Enxaqueca aura: entenda como funciona e como tratar

Dentre os três tipos de enxaqueca, a com aura é a que se caracteriza pelas alterações sensoriais.

Read More...

Cidadãos sem registro ainda são problema no Brasil

Cerca de 2.7 milhões de brasileiros não possuem certidão de nascimento. Gabrielle Ramos O registro de nascimento é um

Read More...

6 filmes para assistir com sua mãe

Confira alguns filmes que separamos para você curtir um feliz dia das mães da melhor forma.

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu