Liz Truss é escolhida como nova primeira-ministra do Reino Unido

In Geral, Política
Liz Truss assumirá no Castelo de Balmoral

Primeira-ministra disputou o cargo com o ex-ministro das Finanças, Rishi Sunak.

Liz Truss foi votada hoje (5) para ser a nova líder do Partido Conservador britânico, assumindo também o cargo de primeira-ministra do Reino Unido. A posição, que antes pertencia a Boris Johnson, foi disputada entre a então ministra das Relações Exteriores e o ex-ministro das Finanças, Rishi Sunak.

Em julho, a votação, como de costume, aconteceu em diversas rodadas, sendo os menos votados eliminados da disputa. Na etapa final, para decidir entre os dois finalistas, todos os membros do partido puderam enviar seus votos pelo correio. Liz Truss arrecadou mais de 81 mil votos (57,4%), ao passo que seu concorrente teve pouco mais de 60 mil (42,6%).

A nomeação acontecerá amanhã e, diferentemente do habitual, não será no Palácio de Buckingham, em Londres, mas no Castelo de Balmoral, na Escócia. O motivo da mudança de local é a impossibilidade da rainha Elizabeth viajar para Londres devido a problemas de mobilidade episódica.

Na manhã de terça-feira, Boris Johnson vai fazer uma declaração fora de Downing Street e então irá para a Escócia apresentar sua renúncia à rainha. Depois, Liz Truss se encontrará com Elizabeth e será convocada oficialmente a formar um governo. Após o convite oficial, Liz vai retornar para Londres e fará um discurso na Downing Street. 

Carreira política

Liz é conhecida por ser admiradora da primeira-ministra Margaret Thatcher e defensora do livre-comércio, representando a ala mais à direita do Partido Conservador. Liz se formou na Universidade de Oxford em economia e política. Foi vereadora no sudeste de Londres e deputada pelo distrito eleitoral de South West Norfolk, no leste da Inglaterra, em 2010. Em 2012 passou a ocupar diversos ministérios, indo desde secretária de Estado de Educação até ministra do Meio Ambiente. Além disso, foi a primeira mulher ministra da Justiça e, depois, secretária-chefe do Tesouro.

Motivo da troca

A renúncia de Boris Johnson aconteceu após diversos escândalos. O mais recente, considerado a “gota d’água”, foi um escândalo sexual envolvendo um dos aliados do ex-primeiro-ministro. O Premier nomeou o deputado Christopher Pincher para um cargo de confiança após uma acusação de assédio, além de ser acusado de violação das regras do lockdown (Party gate).

You may also read!

Rishi Sunak convoca eleições antecipadas e dissolve Parlamento

Primeiro ministro do Reino Unido faz manobra para tentar manter o Partido Conservador no poder. Gabrielle Ramos Rishi Sunak,

Read More...

Os encantos históricos de Siwa: uma alternativa tranquila aos destinos turísticos tradicionais

Paula Orling O Egito é famoso por suas atrações turísticas tradicionais que enchem os olhos dos visitantes. Realmente é

Read More...

Como são medidos os terremotos?

Os sismógrafos são os instrumentos que registram as ondas sísmicas provocadas pelo movimento das placas tectônicas. Davi Sousa Dois

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu