Registro de jovens com título de eleitor é o mais baixo em vinte anos

In Geral, Política

A sete meses das eleições, o número de jovens motivados a exercer a cidadania pela primeira vez é de apenas 731 mil.

Lana Bianchessi

De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), 731 mil jovens entre 16 e 18 anos fizeram o título de eleitor em janeiro. Esse número conta com menos de 25% do eleitorado que existia desta faixa etária a três décadas atrás.

Os números não correspondem aos estímulos do TSE, que promoveu iniciativas voltadas aos jovens. O órgão produziu uma campanha de vídeos eleitorais, explorou as redes sociais, criou uma página interativa com orientações sobre o título e divulgou mensagens de estímulo à participação nas eleições.

Fatores relevantes

Um dos motivos que pode explicar esse número é o pensamento negativo sobre a importância do voto em consequência ao meio social em que convive, como argumenta Kevin Lira, de 18 anos. “Para mim, não é tão importante. A política nunca foi um fator muito relevante na minha vida, levando em conta que minha família nunca dependeu deles, a não ser pelos fatores burocráticos limitantes”, comenta. 

O professor Paulo Oliveira acredita ser importante a preocupação com a política nesta faixa etária. “A juventude é um período de transição e amadurecimento pessoal e esse estágio abre para o jovem um mundo novo de possibilidades e acaba despertando nele a sensibilidade às questões mais profundas sobre a sociedade em que ele vive”, argumenta. 

A influência dos políticos e professores é fundamental para mudar esse cenário. “Precisamos mostrar que a participação é importante e que seu envolvimento nas eleições são um exemplo de contribuição do jovem no meio social”, enfatiza o professor. 

Alguns jovens declaram que não retiram o documento por falta de disponibilidade, mesmo tendo uma forte opinião sobre o voto. Este é o caso da adolescente Annalik Brito, de 17 anos, que não possui título. “Temos que participar ativamente das questões políticas, mas de forma consciente, pois estamos escolhendo representantes para o nosso país, falando muito de nós para os outros países. Não só isso, como também a melhoria para a comunidade em geral”, ressalta. 

Semana do Jovem Eleitor

Uma ação promovida pela Justiça Eleitoral, a Semana do Jovem Eleitor ocorreu nos dias 14 a 18 de março. Teve como objetivo estimular a juventude a tirar o título eleitoral, exercer o direito ao voto e a participar ativamente do processo democrático do país.  

Nesses cinco dias, uma série de conteúdos foi postada no Portal do Tribunal Superior Eleitoral com diversas informações. Entre elas, como funcionam as eleições e como tirar o título de eleitor por meio do site. Também foram publicados materiais nas redes sociais do TSE e dos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs).

Entre as atividades envolvidas, houve uma manifestação feita na internet através da publicação intensa de tuítes, nomeada tuitaço, no dia 16. A hashtag #RolêDasEleições alcançou o 5º lugar nos assuntos mais comentados no Twitter, teve 6650 publicações ao longo do dia e mais de 88 milhões de pessoas alcançadas.

Jovens que fazem 16 anos até o dia 2 de outubro, podem retirar o título de eleitor até o dia 4 de maio através da página do TSE.

You may also read!

Enxaqueca aura: entenda como funciona e como tratar

Dentre os três tipos de enxaqueca, a com aura é a que se caracteriza pelas alterações sensoriais.

Read More...

Cidadãos sem registro ainda são problema no Brasil

Cerca de 2.7 milhões de brasileiros não possuem certidão de nascimento. Gabrielle Ramos O registro de nascimento é um

Read More...

6 filmes para assistir com sua mãe

Confira alguns filmes que separamos para você curtir um feliz dia das mães da melhor forma.

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu