Tempestade de areia atinge cidades do interior de São Paulo e causa medo

In Geral, Meio Ambiente

Seca e queimadas são os principais fatores que  favorecem a ocorrência do fenômeno.

Rachide Incote

Uma enorme nuvem de tempestade de areia atingiu várias cidades no interior de São Paulo no dia 1° de outubro. Até o momento foram registrados seis mortos, além de feridos e danos à propriedade pública e privada. Os postes e as praças, bem como as moradias e veículos, foram afetados. 

De acordo com Ana Avila, meteorologista da Unicamp, esse fenômeno é causado devido uma parcela de instabilidade do ar e pelo período muito seco. “É um fenômeno meteorológico que tecnicamente é chamado de cavado, uma região alongada de relativa pressão atmosférica baixa, com ondulação do fluxo de ventos e uma distância relativamente longa em intensa atividade, isso fez com que tivesse essas nuvens de poeira tão extensa e forte”, explica Avila. 

Para a especialista, esse fenômeno meteorológico de vento forte é comum nessa área de interior por ser uma região tropical. “É algo que pode ocorrer o ano todo nas regiões áridas. Isso não acontece com frequência, mas este ano foram vistos em vários municípios por causa do clima extremo, seca e queimadas. Tudo isso contribui para termos esse fenômeno”, justifica. 

A forte tempestade de vento aterrorizou os moradores de cidades que registraram com seus celulares a poeira cobrindo ambientes urbanos e rurais. O temporal foi impulsionado por rajadas de vento que causaram vários estragos e rompimentos de fiações. 

Segundo João Henrique Lemos Araújo, morador de Ilha Solteira, São Paulo, o momento foi de medo. “Quando começou a ventania eu estava dentro de casa até achei que era chuva, depois abri janela e vi uma nuvem bem grande que cobriu toda a cidade, assustei, e tudo começou a ficar diferente. Começou a vir muita areia, tipo chuva de terra, coisas batiam do lado de fora e a energia se desestabilizou”, disse o cidadão.  

Em comunicado, as prefeituras de várias cidades como Ilha Solteira, Tietê, Franca, Araçatuba, Barretos, Araçatuba, Artur Nogueira e outras localidades disseram que mobilizaram equipes que atenderam as ocorrências nas suas respectivas cidades. Segundo a Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Artur Nogueira, no município, a tempestade teve duração de aproximadamente 15 minutos e chegou a uma velocidade de mais de 70 km/h. Algumas áreas da cidade foram afetadas, mas ninguém foi ferido.

You may also read!

Como são medidos os terremotos?

Os sismógrafos são os instrumentos que registram as ondas sísmicas provocadas pelo movimento das placas tectônicas. Davi Sousa Dois

Read More...

Você conhece a Síndrome de Wendy?

Quando o cuidado excessivo se torna uma armadilha. Nicoly da Maia No dia a dia, muitas pessoas colocam as

Read More...

Enxaqueca aura: entenda como funciona e como tratar

Dentre os três tipos de enxaqueca, a com aura é a que se caracteriza pelas alterações sensoriais.

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu