Descobrindo o apelo da vida no Canadá: por que tantas pessoas preferem

In Cultura, Geral

Descubra os motivos pelos quais você deveria morar no quinto país mais feliz do mundo.

Maria Fernanda de La Cruz Chire 

Durante vários anos consecutivos, a Organização das Nações Unidas (ONU) declarou o Canadá como um dos melhores lugares do mundo para se viver devido à sua qualidade de vida, especificamente às suas taxas de prosperidade econômica combinadas com os níveis de educação e esperança de vida.

Atualmente, o Canadá ocupa a nona posição no Índice de Desenvolvimento Humano, elaborado pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), estando entre os 10 primeiros países desta publicação anual há vários anos consecutivos. A lista conta com países como a Noruega, Austrália, Suíça, Dinamarca, Holanda, Irlanda, Alemanha e Estados Unidos.

O charme do Canadá como local de residência atrai uma grande variedade de pessoas por vários motivos. “Um dos motivos pelos quais me mudei para o Canadá foi por causa das muitas oportunidades de emprego”, diz Julia Rodríguez, atual residente do país.

Procura de trabalho

Ao trabalhar e viver no Canadá, o trabalhador não enfrentará escassez de oportunidades de emprego. Além de ser o lar de muitas empresas grandes e prestigiadas, o país também possui uma demanda por profissionais em certas áreas. Segundo o site Indeed, há algumas profissões no país que estão em alta, como o profissionais da engenharia elétrica, gerentes de projeto, operadores de serviços gerais e etc. Com o cuidado de analisar ofertas e possibilidades colocadas no mercado, há possibilidade de alcançar estabilidade no mercado de trabalho.

O país tem experimentado um grande desenvolvimento econômico nos últimos anos e sua economia precisa de força de trabalho. No entanto, isso não significa que você encontrará um emprego assim que pisar em solo canadense. Marina Hernandez relata que “as oportunidades estão lá, mas você precisa se esforçar para encontrar aquela que melhor se adequa aos seus objetivos”. 

Um país de paz e segurança 

O Canadá está numa posição que lhe permite ser considerado um país seguro segundo o “ranking global de paz”, uma vez que ocupa o 11º lugar entre os 163 analisados, assim mantendo a reputação de ser um dos países mais amigáveis ​​e menos perigosos. Neste país, o sentido de comunidade é o que rege muitas interações sociais.

As taxas de criminalidade são baixas, especialmente em comparação com outros países do primeiro mundo, como os Estados Unidos, considerando que este é um dos destinos mais seguros do mundo se faz importante a avaliação do novo local de residência, estudos e trabalho. O senhor Whelynton Pereira é morador da cidade de Vancouver. “Acho que em nenhum país sul-americano poderia sentir a segurança que sinto ao morar aqui, o fato de que poso deixar as minhas coisas fora da minha porta e ter a certeza que ninguém vai pegar elas”, comenta.

Qualidade de vida

A qualidade de vida é um conjunto de fatores que tornam o Canadá uma opção extremamente atrativa tanto para jovens como para adultos. De acordo com o PIB per capita, (um indicador do nível de vida) o resultado do Canadá em 2022 foi de 52.269 euros, pelo que está numa boa posição, já que ocupa o 16º lugar no ranking, o que assume que sua população tem um bom padrão de vida em relação aa outros 196 países.

Em termos estudantis, trabalhistas e de residência, uma educação de alta qualidade, salários equitativos, acesso à habitação, forte preservação ambiental, bem como muitas outras áreas são destaques do Canadá. Além disso, o sistema de saúde de primeira linha, serviços básicos de qualidade e um sistema de transporte público moderno e eficiente são atrativos para novos moradores.

Ao viajar pelo Canadá, é impossível não notar a combinação inata de modernidade e eficiência que permeia suas estruturas, bem como o foco na implementação de políticas de segurança social. Quanto ao Índice de Desenvolvimento Humano, o IDH, elaborado pelas Nações Unidas para medir o progresso de um país e que, em última análise, nos mostra o nível de vida dos seus habitantes, indica que os canadenses têm uma boa qualidade de vida.

Atenção a saúde!

No Canadá, foi estabelecido um sistema de saúde público gratuito que, em vez de ser um sistema nacional unificado, consiste em uma série descentralizada de planos de seguros provinciais e territoriais. Esses planos abrangem uma gama específica de serviços médicos oferecidos gratuitamente no local de atendimento, e são comumente conhecidos como “Medicare“.

Esses programas são financiados publicamente com base em impostos e fornecem serviços médicos primários e hospitalares essenciais a todos os cidadãos canadenses elegíveis. Embora o Governo Federal desempenhe um papel importante no financiamento desses serviços, a administração e a prestação de cuidados de saúde são altamente descentralizadas. No entanto, a cobertura estende-se a todo o país, mesmo abrangendo outras províncias além daquela em que o indivíduo reside.

O Governo Federal também desempenha um papel direto na gestão dos cuidados de saúde para determinados grupos, como as Primeiras Nações nas reservas, membros das Forças Armadas Canadenses em serviço ativo, veteranos elegíveis, reclusos em prisões federais e alguns requerentes de refúgio.

As províncias e territórios oferecem cobertura adicional para grupos específicos, como idosos, crianças e residentes de baixa renda. Esses serviços auxiliares de saúde geralmente não são cobertos pelo sistema de saúde primário e incluem medicamentos prescritos fora do ambiente hospitalar, cuidados dentários, cuidados oftalmológicos, equipamentos médicos como próteses e cadeiras de rodas, bem como serviços de outros profissionais de saúde, como fisioterapeutas. É importante destacar que o nível de cobertura varia de província para província em todo o país.

Para as pessoas que não se qualificam para benefícios suplementares de acordo com os planos governamentais ou provinciais, esses serviços devem ser pagos do próprio bolso ou por meio de seguro de saúde privado. Muitos canadenses, seja por meio de seus empregadores ou de forma independente, adquirem seguro de saúde privado, e o nível de cobertura pode variar dependendo do plano escolhido.

You may also read!

Dispositivo de computação espacial da Apple é lançado nos EUA

O Apple Vision pro está disponível a partir de 17 mil reais. Diogo Cruz  No último dia 02 de

Read More...

Um em cada cinco adultos sofre com cansaço diário

Mulheres são mais propensas a sentirem fadiga excessiva, segundo estudo. Sara Helane Um em cada cinco adultos sofre de

Read More...

Naturalização no Brasil dispara desde 2010

Em 2023 mais de 10 mil pedidos de naturalização foram deferidos. Maria Eduarda Tomaz  O número de processos de

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu