Estudantes enfrentam dificuldades para ingressar em uma faculdade

In Educação, Geral
Estudantes têm dificuldade para entrar em faculdade

Segundo a Associação Brasileira de Mantenedores de Ensino Superior (ABMES), expandir o acesso ao ensino superior é um grande desafio.

 Juliete Caetano

De acordo com o Plano Nacional de Educação (PNE) alunos ainda enfrentam dificuldades em ter acesso a uma faculdade. Apesar dos grandes projetos governamentais, como o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) e o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), o cenário ainda precisa mudar. A meta do PNE é elevar a taxa bruta de matrícula na educação em 50% até 2024.

Muitos estudantes terminam o ensino médio sem expectativas de fazer uma faculdade. Dois grandes fatores que explicam esse cenário são a dificuldade para alcançar uma nota alta para ganhar uma bolsa integral ou entrar em uma faculdade particular e não conseguir arcar com os gastos necessários.

Gustavo Luis, professor de geografia, comenta sobre a importância de projetos como esses. Na maior parte das vezes, esses projetos são a esperança de conseguir tornar-se um universitário. “O governo é fundamental para tudo relacionado a educação, ele é um dos maiores financiadores dos estudos, conseguindo assim dar as condições necessárias aos professores para que seja transmitido de forma adequada o conteúdo a ser abordado, o programa universidade para todos (Prouni) e Enem também facilitam ao estudante a entrada em uma universidade, principalmente para aqueles que não tem condições de arcar com uma”, destaca.  

A estudante de Publicidade e Propaganda, Audria Mascarenhas, comenta sobre os desafios nessa nova fase. “A minha maior dificuldade para ingressar no ensino superior foi não ter tido um ensino mais abrangente durante o ensino básico e médio, então, eu não tive tantas oportunidades durante esse período em comparação a outros que estudaram em escolas particulares onde o ensino é mais completo”, ressalta. 

O assistente de gestão, Nilton Ferreira, destaca a relevância de consciência de estudo. “Muitas coisas ainda precisam melhorar na educação do ensino médio, melhorias no corpo docente, estímulo ao jovem, ressaltar a importância do sistema integral, e colocar na cabeça dos jovens que eles são os protagonistas, com escolas equipadas e a preparação dos professores, sabendo a importância do apoio entre família e escola, tudo isso faz parte da melhoria escolar”, destaca. “Estão havendo muitos cortes no investimento que deveria ser feito na educação, sem esses investimentos fica muito difícil. É essencial o saneamento básico, a saúde, a infraestrutura, todos esses precisam de investimento, e com a educação não é diferente”, conclui Nilton.

You may also read!

Jovens se sentem mais felizes sem o celular, diz pesquisa

Entenda como os adolescentes lidam com o tempo de tela. Luiza Strapassan O uso do celular entre os jovens

Read More...

Programas de exercícios melhoram a qualidade de vida de pacientes com câncer de mama metastático

A atividade física é benéfica para pacientes com câncer de mama avançado, melhorando a qualidade de vida, reduzindo a

Read More...

Hábito de roer as unhas atinge até 30% da população global

Roer as unhas pode parecer uma reação normal ao estresse e ansiedade, mas pode apresentar nocividade à saúde. Eduardo

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu