Liz Truss renuncia após 45 dias como primeira-ministra do Reino Unido

In Geral, Mundo, Política

A governante, que substituiu Boris Johnson, foi a terceira líder consecutiva a deixar o cargo antes do tempo na nação.

Helena Cardoso

Liz Truss, nova primeira-ministra do Reino Unido renunciou apenas 45 dias depois do início de seu mandato. A governante assumiu o cargo no dia cinco de setembro deste ano, mas estava sofrendo fortes pressões após apresentar um plano econômico polêmico, revoltando tanto o mercado quanto seu próprio partido, enquanto a inflação do país ultrapassava os 10%.

A proposta objetivava um “corte amplo e severo” de impostos no Reino Unido, além de um empréstimo bilionário que deveria cobrir o rombo nas contas públicas. A proposta foi muito mal recebida, e em um pronunciamento realizado hoje (20) na porta de Downing Street, Liz Truss informou sua renúncia, afirmando já ter comunicado o rei Charles III.

Crises no parlamento

Anteriormente, o governo havia assegurado que a primeira-ministra não deixaria o cargo antes da implementação do plano, em 31 de outubro, e o porta-voz afirmou que ela cumpriria o tempo estabelecido de mandato. Entretanto, no decorrer da semana, cada vez mais parlamentares pediam a saída da líder, inclusive membros do partido Conservador, do qual Liz faz parte.

O governo da chefe de estado já apresentava instabilidades nos últimos dias. Ela perdeu o ministro de Finanças, responsável pelo plano econômico, e Suella Braverman, ministra do Interior, que renunciou ontem (19). A crise, que já estava estabelecida, se aprofundou e acelerou com a saída de Suella.

Carreira política de Liz Truss

Liz é conhecida por ser admiradora da primeira-ministra Margaret Thatcher e defensora do livre-comércio, representando a ala mais à direita do Partido Conservador. Liz se formou na Universidade de Oxford em economia e política. Foi vereadora no sudeste de Londres e deputada pelo distrito eleitoral de South West Norfolk, no leste da Inglaterra, em 2010. Em 2012 passou a ocupar diversos ministérios, indo desde secretária de Estado de Educação até ministra do Meio Ambiente. Além disso, foi a primeira mulher ministra da Justiça e, depois, secretária-chefe do Tesouro.

Renúncia de Boris Johnson

Liz Truss assumiu o cargo após a renúncia de Boris Johnson, que aconteceu após diversos escândalos. O mais recente, considerado a “gota d’água”, foi um escândalo sexual envolvendo um dos aliados do ex-primeiro-ministro. O Premier nomeou o deputado Christopher Pincher para um cargo de confiança após uma acusação de assédio, além de ser acusado de violação das regras do lockdown (Party gate).

Foto: Reprodução/Instagram

You may also read!

Jovens se sentem mais felizes sem o celular, diz pesquisa

Entenda como os adolescentes lidam com o tempo de tela. Luiza Strapassan O uso do celular entre os jovens

Read More...

Programas de exercícios melhoram a qualidade de vida de pacientes com câncer de mama metastático

A atividade física é benéfica para pacientes com câncer de mama avançado, melhorando a qualidade de vida, reduzindo a

Read More...

Hábito de roer as unhas atinge até 30% da população global

Roer as unhas pode parecer uma reação normal ao estresse e ansiedade, mas pode apresentar nocividade à saúde. Eduardo

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu