Maior parque temático da NBA do mundo será no Brasil

In Esportes, Geral
NBA Park abrirá em Gramado

A previsão da inauguração do parque temático da NBA é em novembro, na cidade de Gramado.

Monise Almeida 

A Liga Americana de Basquete (NBA), em parceria com a empresa Nacional Parque Basquete Brasil, trouxe novidade para os fãs do esporte da bola laranja. O Brasil terá o maior parque temático de NBA do mundo, conhecido como NBA Park. Ainda não há data definida para a abertura, mas a previsão da inauguração é em novembro, na cidade de Gramado, Serra Gaúcha (RS). Os organizadores do local prometem muito entretenimento e experiências marcantes.

“O NBA Park é um dos projetos mais importantes da liga no mundo, um enorme centro de entretenimento da NBA, onde vamos receber crianças, famílias, amigos, fãs de todas as idades para viver experiências incríveis o ano inteiro e se conectarem ainda mais com o jogo”, afirmou o vice-presidente de Licenciamentos e Varejo da NBA para a América Latina, Sérgio Perrella, em um comunicado divulgado à imprensa.

Além dessa imersão, os visitantes também vão encontrar áreas “instagramáveis” para fotos, estações de videogame, exposições, máquinas de arremesso, restaurantes, Área Kids, NBA store e até o vestiário da NBA. Quanto mais próximo do fim do ano, a ansiedade dos fãs aumenta para conhecer o local. Giovanna Bertonetti, por exemplo, não perde um jogo da NBA. Mas quando está jogando basquete, perde a noção do tempo. “Não vejo a hora de poder participar de cada atração e vivenciar tudo o que o parque oferece, já vou preparada com a roupa dos Lakers para muitas fotos”, ela comemora. 

O parque gaúcho será permanente e ficará na Avenida das Hortências, número 4.795. As pessoas de todas as regiões estão convidadas. Nem mesmo a distância de algumas cidades é um empecilho para os amantes do basquete.“Queria muito que fosse mais perto da minha casa, mas com certeza eu vou dar um jeito de ir visitar. A viagem será longa, mas o bom é que eu já aproveito e dou um passeio por Gramado também”, comenta o paulista Lucas Oliveira. 

Gramado é uma cidade que já chama a atenção de visitas pelos seus pontos turísticos e atrações culturais. Agora, com essa novidade, a tendência é que ela se destaque ainda mais. O CEO do NBA Park, Jonas Ortiz, afirmou em pronunciamento para a imprensa sobre a importância de um parque como esse na terra gaúcha. “É um projeto muito especial. Ter o maior espaço temático NBA do mundo em Gramado mostra todo o potencial da cidade”, comemora.

Ascensão do basquete no Brasil 

Por mais que o futebol tenha um lugar especial no coração do brasileiro, o basquete não fica para trás. Segundo as informações do IBOPE Repucom e da Kantar IBOPE Media, a ascensão da modalidade já ocupa a terceira posição em horas dedicadas na TV. São 365 horas de transmissão, em TV aberta e fechada de janeiro a maio de 2019. O esporte aparece como o quarto com maior volume de horas em TV durante os anos de 2015 a 2019, de acordo com essa mesma pesquisa.

O professor de basquete Raphael Mantoanelli explica o que deve ser feito para continuar nessa crescente com a prática do basquete no Brasil. “Um esporte ganha notoriedade quando ele é amplamente divulgado. Tivemos recentemente grande influência vindo do surf e skate com os medalhistas olímpicos do Brasil. Por causa deles, muitas crianças e adolescentes estão ingressando no esporte de alguma forma. Com o NBA Park vindo para o Brasil, não tenho dúvidas que o esporte passará a ser mais visto, logo, será mais praticado”, afirma.

Conforme o professor, quanto mais divulgado e famoso o esporte for, mais desejado e consequentemente praticado ele também será. Foi o que aconteceu com João Marques, um jovem universitário que tinha como preferência o futebol, mas hoje, é apaixonado por basquete. Quando criança, ele e seu pai foram em busca de uma escolinha de futebol, mas todos os times estavam sem vagas. Devido a falta de opção, acabou optando por ficar em uma equipe de basquete e após alguns dias de treino, João foi fisgado pelo esporte, no qual teve várias oportunidades e se identificou muito.

Na sua época do Ensino Médio, se tornou destaque da escola e até já teve a oportunidade de jogar em um campeonato no Chile. Na ocasião, voltou para casa com o jogo vencido e o troféu em mãos. “Peguei gosto pelo basquete, não imaginava que era tão divertido, acredito que se eu soubesse antes um pouco mais sobre o basquete, ele teria sido minha primeira opção”, afirma.

Um levantamento do IBOPE Repucom, o Sponsorlink, indica que desde 2018, os fãs do esporte se mantém em 42%, o equivalente a 40 milhões de internautas brasileiros com 18 anos ou mais em todo o país.

You may also read!

Dengue e Covid: os diferentes sintomas das doenças

Febre e dor de cabeça são sintomas comuns, e especialistas apontam quais devemos nos alertar.  Davi Sousa O Brasil

Read More...

Como as microssonecas afetam nossa saúde

As “inofensivas” sonecas que duram apenas segundos podem significar uma péssima rotina de sono. Nicoly da Maia As microssonecas

Read More...

Governo lança programa com investimentos de R$ 700 milhões para Amazônia

A parceria com 70 municípios prevê a redução de desmatamentos e incêndios zero até 2030 na Amazônia. Elinelma Vasconcelos

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu