Número de torcedores brasileiros da NFL aumenta 117%

In Esportes, Geral

Futebol Americano estabelece espaço em solo brasileiro conquistando novos fãs para o esporte.

Hellen de Freitas

O número de torcedores brasileiros da NFL aumentou em 117% nos últimos cinco anos, de acordo com a pesquisa Sponsorlink, do Ibope Repucom. Após o Super Bowl realizado em fevereiro (13), o universo do futebol americano recebeu uma atenção maior e brasileiros que não acompanhavam a NFL passaram a ansiar pela próxima temporada. 

A pesquisa ainda aponta que houve um aumento de 33 milhões de torcedores brasileiros da modalidade, enquanto em 2016 havia apenas 15,2 milhões. Segundo a ESPN, produtora responsável pela cobertura dos principais jogos, houve um crescimento da audiência em 33% no campeonato de 2021/2022.

Hanna Andrade, que tem família nos EUA e acompanha a liga há anos, ressalta que o crescimento se tornou perceptível principalmente na última temporada. “É incrível ter alguém para discutir e torcer para os campeonatos da NFL que por anos acompanhava sozinha”, afirma. 

Influência na CBFA

O aumento de torcedores também beneficiou os esportistas nacionais. Romário Reis, gestor esportivo e quarterback do Timbó Rex e da Liga Brasileira de Futebol Americano (BFA), percebeu o aumento de visibilidade. “Como atleta recebi mais reconhecimento, pois os fãs migram da NFL e passam a pesquisar mais sobre os atletas nacionais da modalidade e por consequência recebemos apoio dos torcedores”, explica. 

Além disso, a NFL se tornou uma porta de entrada para uma atenção maior aos times de futebol americano brasileiro. De acordo com Wellington dos Santos, jogador e vice-presidente do Flamengo Imperadores, uma demanda maior de torcedores está se interessando pelo esporte no país. “Eu reparei que as pessoas sabiam até mesmo que os jogos do Brasil iriam retornar, quando questionava de onde vinha o interesse, era influência da NFL”, declarou o atleta.

Redes sociais

O aumento no mundo digital também é relevante no país. Conforme levantamento feito no Twitter, o Brasil ficou na quarta posição entre os países que mais comentaram sobre a última temporada, ficando atrás apenas do Canadá, México e do próprio Estados Unidos.

De acordo com o CEO da Effect Sports, Pedro Monteiro, em entrevista à CNN, o aumento de reconhecimento e busca pelo esporte é verídico. Projetos futuros têm como objetivo alcançar ainda mais o povo brasileiro que não possui informações da principal modalidade estadunidense. Monteiro enfatiza que “o mercado brasileiro é a prioridade da Liga”.

You may also read!

Dengue e Covid: os diferentes sintomas das doenças

Febre e dor de cabeça são sintomas comuns, e especialistas apontam quais devemos nos alertar.  Davi Sousa O Brasil

Read More...

Como as microssonecas afetam nossa saúde

As “inofensivas” sonecas que duram apenas segundos podem significar uma péssima rotina de sono. Nicoly da Maia As microssonecas

Read More...

Governo lança programa com investimentos de R$ 700 milhões para Amazônia

A parceria com 70 municípios prevê a redução de desmatamentos e incêndios zero até 2030 na Amazônia. Elinelma Vasconcelos

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu