Pequenos negócios movimentam economia na Páscoa

In Economia, Geral

Ovos de Páscoa artesanais são a aposta dos produtores autônomos no próximo feriado.  

Letícia Casemiro

A Páscoa, uma das datas comerciais mais esperadas do ano para os amantes de chocolate, se tornou uma ótima oportunidade de crescimento para pequenos negócios, pois possui um grande impacto no mercado gastronômico. De acordo com dados do Portal do Empreendedor de janeiro de 2023, mais de 10 mil microempreendedores individuais trabalham com a produção de bombons, barras, ovos de Páscoa, e outros doces feitos com chocolate. 

Luciane Rangel, mais conhecida como Lu, dona do Instagram “Comidinhas da Lu”, trabalhava com serviço de buffet quando começou, em 2014, a se interessar pela confeitaria. “Iniciei com a confecção de bolos, que puxaram os docinhos, as tortas e todo o restante. Os ovos de Páscoa começaram quando um amigo, que já conhecia meus outros produtos, pediu uma encomenda e eu, sem nunca ter trabalhado com chocolate nobre, falei que faria”, diz Luciane.

A confeiteira conta que em uma semana, com um ateliê improvisado, começou a produção. “Mesmo que tenha sido difícil no início, concluímos o pedido e entregamos o que tinha sido combinado. Acho que deu certo, pois todos são clientes a mais de três Páscoas”, comenta Luciana.

Por fim, Lu conta que a Páscoa teve uma grande importância em seu negócio, pois trouxe uma visibilidade muito melhor pro seu trabalho. Todo ano o período após a Páscoa sempre faz com que mais pessoas a conheçam. “Todas as datas comerciais são importantes para a confeitaria, porém, a Páscoa é a que traz maior retorno após o fim das comemorações”, completa a empreendedora. 

Luciana deixa um conselho para as pessoas que planejam iniciar seu próprio negócio na confeitaria: “Estude, busque bons conteúdos, invista em cursos de preparo de vendas e marketing e não tenha medo”. 

O que esperar da Páscoa em 2023?

A aposta dos produtores autônomos na Páscoa são os ovos de colher. Eles são ovos de chocolate que se tornaram os queridinhos do público consumidor por possuírem uma diversidade de recheios – mais cremosos – para serem consumidos utilizando uma colher. Com as diversas possibilidades de combinações, essas opções artesanais têm ganhado mais espaços no mercado a cada ano e, principalmente, no gosto do público. 

No mercado, com o aumento nos custos de produção, os fabricantes não revelam com detalhes o quanto mais precisam cobrar no varejo, porém, os clientes encontrarão chocolates mais caros neste ano, em comparação a Páscoa do ano passado. As estratégias para as grandes marcas da indústria alimentícia para contornar as consequências desse aumento são: apostar em brindes, personagens, diversidade de preços e mais atenção às barras de chocolates.  

Para Júlia Moraes, estudante universitária, os produtos artesanais são muito mais chamativos. “Ultimamente tenho comprado mais os artesanais, acho que por não serem tão industrializados quanto os de mercado, os recheios e o sabor acabam sendo muito melhores”, comentou Júlia.

A universitária cita que, dessa forma, consegue comprar os ovos mais gourmetizados, sem gastar uma fortuna com os das grandes marcas no mercado e, além disso, consegue ajudar e incentivar os pequenos negócios locais.

Foto: Divulgação/Pessoal

You may also read!

Votação na Câmara aprova privatização da Sabesp

Elinelma Santos A Câmara Municipal do Estado de São Paulo aprovou nesta quarta-feira (17) a privatização da Sabesp (Companhia

Read More...

Excesso de proteína aumenta o risco de doenças cardiovasculares

Proteínas devem ser consumidas com equilíbrio, segundo especialistas. Késia Grigoletto  O excesso do consumo de proteínas aumenta o risco

Read More...

Jovens se sentem mais felizes sem o celular, diz pesquisa

Entenda como os adolescentes lidam com o tempo de tela. Luiza Strapassan O uso do celular entre os jovens

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu