Preenchimentos labiais causam reações alérgicas em mulheres

In Geral, Saúde

Complicações após o procedimento fazem surgir dúvidas em relação ao seu risco.

Gabrielle Ramos Venceslau 

Os procedimentos estéticos com ácido hialurônico têm ganhado popularidade nos últimos anos, não apenas entre famosos, mas também na vida de muitos brasileiros. Com isso, o relato de pessoas nas redes sociais que tiveram reações ou complicações após a realização de preenchimentos labiais também aumentou.

No TikTok, uma jovem norte-americana, identificada como Emma em seu perfil, compartilhou imagens suas após a realização de um preenchimento labial. O procedimento ocasionou um grande inchaço nos lábios, devido a uma reação alérgica. Poucas horas após realizar o preenchimento, ela teve a sensação de estar com um “bico de pato”. 

A publicação, que já ultrapassa nove milhões de acessos, surpreendeu os usuários da rede social, que questionaram a segurança do procedimento estético. Emma conta que fez o preenchimento em uma clínica perto da sua casa que possuía o preço mais em conta, aproximadamente metade do valor cobrado em outros estabelecimentos.

Por que a busca pelo aumento dos lábios é tão comum?

O Brasil é o país que mais realiza procedimentos estéticos em todo o mundo, segundo pesquisa divulgada pela ISAPS (Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética) em 2018. Dentre eles, os que usam ácido hialurônico estão entre os principais, justamente a técnica através da qual o preenchimento labial é feito.  

O procedimento consiste em aplicar a substância em determinada região do corpo com o objetivo de minimizar linhas de expressão ou de aumentar o volume de alguma área, principalmente a dos lábios. A enfermeira esteta Michelline Godeiro explica que estes são os procedimentos estéticos mais procurados porque “as pessoas não gostam de mostrar o envelhecimento na face”.

Dentre as razões para a realização do procedimento, recuperar a autoestima é o principal motivo, pois a maioria das pessoas procura corrigir algum problema, como mudar o desenho da boca, corrigir a simetria ou deixar os lábios maiores e mais grossos. “Quando eu vendo esse procedimento de preenchimento labial para as mulheres, é como algo que vai trazer a elas a autoestima de volta”, afirma a especialista em rejuvenescimento facial. 

Riscos do procedimento

O Dr. Iúriy Aleksander, que é cirurgião plástico, explica que o preenchimento labial é um procedimento seguro, mas que “apresenta alguns riscos, assim como qualquer procedimento médico”. Dentre eles, estão: hematomas e edemas, alteração de cor e de sensibilidade, reação alérgica, formação de nódulos ou infecções e isquemia seguida de necrose, que é o mais temido. 

O ácido hialurônico livre não causa reação alérgica, uma vez que ele é degradado de forma muito rápida na pele. Entretanto, para fins de preenchimento, esse produto precisa ser reticulado, que é o processo de deixar a estrutura líquida mais rígida, em aspecto de gelatina. Dessa forma, ele fica mais propenso a causar um quadro alérgico. 

Os profissionais explicam que o preenchedor, normalmente o ácido hialurónico, precisa de algumas características para não provocar nenhuma reação no paciente. Este produto precisa ser biocompatível, ou seja, que não cause danos no sistema biológico do paciente, absorvível, estéril e que não migre do local de aplicação para outro. Caso o paciente apresente alergia grave, mesmo com os cuidados, é recomendado a retirada imediata do ácido. 

Além da escolha certa da substância, as complicações podem ser agravadas por conta da ação incorreta do profissional. “ O profissional pode colocar o produto na região não adequada”, afirma Michelline. Caso a inserção do ácido seja feita na camada errada da pele, pode causar ETIP – Edema Tardio Intermitente e Persistente. 

O que pode ser feito para evitar complicações?

Algumas atitudes profissionais podem ser feitas para evitar que o paciente tenha reação alérgica ou outras complicações. Na clínica de Michelline, é feito um protocolo pré-preenchimento, que consiste em tomar alguns medicamentos corticóides e antialérgicos, para evitando o surgimento de edemas. “Eu sempre oriento o paciente antes, deixo tudo organizado e explico quais são os procedimentos do pré e pós, além das complicações”, afirma a especialista.

Além disso, “os pacientes podem evitar problemas ao pesquisar sobre o profissional que fará a operação, fazer em uma clínica adequada e equipada, não confiar muito em fotos de ‘antes e depois’ – pois as complicações não estarão nessas fotos – e não realizar o procedimento outra vez caso já tenha históricos”, explica o Dr. Iúriy.

You may also read!

Comida é recurso para lidar com problemas emocionais: entenda os riscos

Pesquisa revela que a maioria dos brasileiros acredita que comer em excesso melhora a saúde mental.

Read More...

Votação na Câmara aprova privatização da Sabesp

Elinelma Santos A Câmara Municipal do Estado de São Paulo aprovou nesta quarta-feira (17) a privatização da Sabesp (Companhia

Read More...

Excesso de proteína aumenta o risco de doenças cardiovasculares

Proteínas devem ser consumidas com equilíbrio, segundo especialistas. Késia Grigoletto  O excesso do consumo de proteínas aumenta o risco

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu