Tempo sozinho gera autoconhecimento

In Geral, Saúde

Especialistas apontam que o tempo em solitude pode ser benéfico, porém, é necessário cuidado com atividades realizadas nesse período.

Sara Helane

Há uma diferença significativa entre solitude e solidão. A psicóloga clínica, Jéssica Xavier, explica que a solitude é um estado de isolamento voluntário, sendo ela positiva. A solitude é um equilíbrio entre estar bem sozinho e em momentos com outras pessoas. Já a solidão gera sofrimento e dor, sendo associada a um vazio e a um desejo de ter companhias.

Solidão e solitude

Segundo Jéssica, a solidão pode trazer consequências negativas para o indivíduo, que podem ser agravadas. “A solidão pode gerar ou agravar transtornos psicológicos como ansiedade, depressão, estresse e em casos mais severos, levar ao suicídio”, enfatiza.

A psicóloga Maria Luiza Medici afirma que ao ter momentos sozinho, é preciso ter cuidado com o que fazer nesse período. “É necessário evitar os pensamentos que remetem a tristeza”, explica. Maria ainda aponta que esse tempo pode ser bom para buscar as próprias essências e controlar as emoções, o que faz com que o indivíduo passe a se conhecer melhor. Segundo ela, grande parte das pessoas que sentem solidão costumam dar muito espaço para pensamentos negativos e catastróficos.

O que fazer?

A psicóloga explica que ao passar tempo só, é necessário se atentar para as atividades que serão realizadas. Ela enfatiza que realizar atividades recreativas pode ser uma boa escolha. “O melhor a fazer quando se está sozinho é realizar atividades que distraiam, como ver um filme em casa, ir ao cinema, desenvolver um hobby, ler um livro ou praticar alguma atividade física”, ressalta.

Jéssica destaca que o maior benefício da solitude é exercer a autoconfiança. “Nesses momentos em que nos isolamos, aprendemos a nos conectar conosco, algo que não é tão comum quanto se imagina”, diz. Segundo Jéssica, os seres humanos são altamente sociáveis, mas é fundamental encontrar o equilíbrio entre estar rodeado de pessoas e estar sozinho e em paz. 

Tempo sozinho

Ficar sozinho é um hábito que o estudante Miquéias Oliveira não abre mão. Para ele, os momentos que passa com sua própria companhia são muito benéficos. “Gosto desse tempo porque posso me conectar comigo mesmo”, exemplifica.

O estudante ainda conta que sempre que está sozinho executa atividades que lhe fazem bem. “O que eu mais gosto de fazer quando tenho meu momento só, é ouvir música, organizar minhas coisas, assistir alguma série”, conta.

O estudante diz que não enxerga malefícios em estar sozinho em alguns momentos da vida. Miquéias ainda conta que sente em paz quando tira tempo para estar sozinho. “Já que não estou trabalhando atualmente, consigo tirar mais tempo para ficar comigo mesmo. Assim, aproveito para imergir em atividades mais intimistas, pois gosto bastante”, completa.

You may also read!

Excesso de proteína aumenta o risco de doenças cardiovasculares

Proteínas devem ser consumidas com equilíbrio, segundo especialistas. Késia Grigoletto  O excesso do consumo de proteínas aumenta o risco

Read More...

Jovens se sentem mais felizes sem o celular, diz pesquisa

Entenda como os adolescentes lidam com o tempo de tela. Luiza Strapassan O uso do celular entre os jovens

Read More...

Programas de exercícios melhoram a qualidade de vida de pacientes com câncer de mama metastático

A atividade física é benéfica para pacientes com câncer de mama avançado, melhorando a qualidade de vida, reduzindo a

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu