Confira em tempo real a cobertura do segundo turno das eleições 2022

In Geral, Política

Hoje, dia 30 de outubro, acontece o segundo turno das eleições brasileiras de 2022. Os eleitores devem votar para definir o presidente. Além disso, 12 estados também votarão pelo cargo de governador. O primeiro turno acabou sem grandes ocorrências.

Confira em tempo real:

20h25 – Encerramos por aqui a cobertura das eleições nacionais 2022. Para ler mais notícias, continue acompanhando a ABJ Notícias!

19h57 – O candidato Luiz Inácio Lula da Silva (PT) ganhou o segundo turno das eleições presidenciais de 2022 com 50,83% dos votos. Ele concorria contra o candidato à reeleição Jair Messias Bolsonaro (PL). Lula assumirá o governo do país pelos próximos quatro anos em 1º de janeiro de 2023. Ele já governou o país entre o início de 2003 e o final de 2010, sendo o 35º presidente do Brasil. Lula substituiu o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, do PSDB.

19h55 – Com mais de 98% das urnas apuradas, apoiadores de Luiz Inácio Lula da Silva comemoram sua possível vitória. No momento, ele possui 50,82% dos votos (59.533.747) contra 49,18% (57.605.947) de Jair Messias Bolsonaro, atual presidente.

19h29 – Jerônimo Rodrigues (PT) é eleito governador da Bahia. São 52,53% dos votos até o momento, contra 47,47% de ACM Neto (União Brasil), seu opositor.

19h24 – Tarcísio de Freitas (Republicanos) será o novo governador de São Paulo. Até o momento, ele obteve 55,34% dos votos, contra 44,66% de seu opositor, Fernando Haddad (PT).

19h21 – Paulo Dantas (MDB) é reeleito governador de Alagoas. Ele obteve 52,38% dos votos até o momento, contra 47,62% de seu opositor, Rodrigo Cunha (PL).

19h13 – Marcos Rocha (União Brasil) é reeleito governador de Rondônia. Ele obteve 52,65% dos votos até o momento, contra 47,35% de seu opositor, Marcos Rogério (PL).

19h11 – Fábio Mitidieri (PSB) é eleito governador de Sergipe com 51,84% dos votos. Seu opositor, Rogério Carvalho (PT), teve 48,16% dos votos até o mesmo horário.

19h08 – Raquel Lyra (PSDB) é eleita governadora de Pernambuco com 58,27% dos votos. Marília Arraes, do PT, teve 41,13% dos votos até o mesmo horário.

19h06 – Jorginho Mello, do Partido Liberal (PL), turno contra Décio Lima, do PT, e foi eleito o governador de Santa Catarina, às 19h06, com 70,79% dos votos. Décio ficou com 29,21 %.

19h00 – Com 37 anos, Eduardo Leite (PSDB) foi eleito ao cargo de governador do Rio Grande do Sul, com 57,11% dos votos.

18h53 – Wilson Lima (União Brasil) foi reeleito governador do Amazonas com 56,99% dos votos. Seu opositor, Eduardo Braga (MDB), obteve 43,01% dos votos até o mesmo horário.

18h50 – João Azevêdo (PSB) foi reeleito governador da Paraíba com 52,35% dos votos. O candidato concorrente Pedro Cunha Lima obteve 47,65% dos votos até o mesmo horário.

18h43 – Luiz Inácio Lula da Silva (PT) ultrapassa Jair Bolsonaro (PL) por cerca de 9000 votos.

18h29 – Com 51,96% das urnas apuradas, Bolsonaro continua à frente, mas com uma vantagem levemente menor: são 50,26% dos votos contra os 49,74% de Lula. Os estados mais apurados até o momento são Mato Grosso do Sul, Distrito Federal e Espírito Santo.

18h18 – Eduardo Riedel, do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), é o governador eleito pelo estado do Mato Grosso do Sul, com 92% das urnas apuradas, ele foi eleito às 18h18. 

18h06 – Com 33,12% das urnas apuradas, Bolsonaro continua à frente, mas com uma vantagem levemente menor: são 50,88% dos votos contra os 49,12% de Lula.

17h44 – Com 15,34% das urnas eletrônicas apuradas, o candidato Bolsonaro permanece na liderança, com 51,68%, contra os 48,3% de Lula.

17h40 – Apesar de as votações terem sido encerradas, o eleitor que não conseguiu comparecer às urnas dentro do prazo, terá até dia 9 de janeiro de 2023. Já aqueles que não compareceram ao primeiro turno e não justificaram sua ausência, devem apresentar a justificativa até o dia 1º de dezembro deste ano.

Cada turno é considerado um pleito, de acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Dessa forma, se o eleitor faltou nos dois pleitos terá que apresentar duas justificativas.  

17h35 – Com 10,09% das urnas eletrônicas apuradas, o candidato Bolsonaro permanece na liderança, com 52,05%, contra os 47,95% de Lula.

17h28 – Com 5,61% das urnas eletrônicas apuradas, o candidato Bolsonaro permanece na liderança, com 53,23%, contra os 46,77% de Lula.

17h15 – Com 1,16% das urnas eletrônicas apuradas, o candidato Bolsonaro fica na liderança, com 56,68%, contra os 43,32% de Lula.

17h – As votações do segundo turno das eleições de 2022 estão encerradas, somente eleitores que ainda se encontram nas filas podem votar.

16h40 – Coligação de Lula vai pedir ao TSE a prorrogação do horário de votação nos mais de 500 locais que registraram ações da PRF neste domingo. A maioria deles é na região Nordeste. A candidatura petista considera que as ações prejudicaram a votação do ex-presidente.

16h30 – O candidato do PT, Luiz Inácio Lula da Silva, irá acompanhar a contagem dos votos deste segundo turno no Hotel Novotel São Paulo Jaraguá Conventions, no centro da capital paulista, juntamente com o candidato à vice-presidência Geraldo Alckmin. Lula deve fazer um pronunciamento à imprensa às 20h30.

16h25 – O atual presidente, Jair Bolsonaro, irá acompanhar a apuração dos votos no Palácio da Alvorada. Ele chegou à residência por volta das 15h40, onde terá a companhia apenas da família e de assessores. Bolsonaro pretende aparecer em público apenas quando o resultado final tiver sido divulgado.

16h10 – Segundo apuração do blog da jornalista Andréia Sadi, o ministro da Justiça, Anderson Torres, foi convocado pelo presidente Jair Bolsonaro (PL) para colocar a PRF nas ruas neste domingo eleitoral. Apesar de o STF ter proibido a interferência da Polícia Federal, 500 ações contra o transporte público foram realizadas nas primeiras horas de votação. 

As operações feitas pela Polícia Rodoviária Federal chegaram a atrasar os ônibus de chegarem até os locais de votação. A maioria dessas ações aconteceram no Nordeste, onde o candidato à presidência Lula (PT) é mais cotado nas pesquisas de intenção de voto.

16h – Falta apenas uma hora para o fim do período de votação. Pela primeira vez, o horário é unificado em todo o país, terminando às 17h de Brasília. Assim como no primeiro turno, eleitores que estiverem na fila ao final do período receberão senhas para votar.

15h45 – O ministro Alexandre ainda reiterou que o horário de votação não será estendido. Sendo assim, a população tem até 17h para votar.

15h40 – Em resposta a situações controversas durante o dia de eleições, o presidente do TSE, Alexandre de Moraes, fez um pronunciamento, no qual esclareceu questões como substituição de urnas e operações da PRF. Em relação aos atrasos ocasionados pelas operações policiais, Moraes declarou: “Em nenhum caso impediu o eleitor de chegar à seção eleitoral. Esses ônibus em nenhum momento retornaram à origem. Eles prosseguiram à origem final e os eleitores que estavam sendo transportados, votaram. A partir da reunião, que já se encerrou há mais de uma hora, foi determinado que todas as operações cessassem, inclusive o básico do Código de Trânsito Brasileiro, para que os eleitores não tenham atraso.”

15h25 – O ministro Alexandre de Moraes está em pronunciamento ao vivo, fazendo um balanço das eleições neste momento.

15h20 – O aplicativo E-Título enviou uma notificação aos eleitores informando que impedir o voto popular é crime eleitoral. A mensagem foi enviada depois de ter sido feita a denúncia contra as operações de fiscalização da Polícia Rodoviária Federal (PRF) sobre os veículos fazendo transporte de eleitores.

“Quem impede a população de votar comete crime eleitoral. Denuncie qualquer irregularidade pelo aplicativo Pardal. #SeuVotoFazoPaís”, assim diz a notificação do TSE enviada pelo aplicativo. 

15h10 – De acordo com o boletim do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), emitido às 13h40, subiu para 2.630 o número de urnas eletrônicas substituídas neste domingo. O número de urnas disponíveis nas sessões de todo o país totaliza 472.075. O TSE ainda informou que além das urnas atuantes, mais de 64 mil já estão habilitadas para serem usadas no lugar das que apresentarem problemas.

14h58 – Após as blitz realizadas pela Polícia Rodoviária Federal em rodovias do nordeste e o Tribunal Superior Eleitoral ter determinado que o diretor-geral da PRF interrompesse as ações, Vasques suspendeu as mais de 500 operações. O TSE relatou que caso o diretor não cumprisse a ordem, receberia uma multa pessoal de 100 mil reais, afastamento da função, além de prisão por crime eleitoral.

14h45 – Caso Vasques não cumpra a nova exigência, a multa pessoal será de R$150 mil por hora, além do afastamento das funções atuais e a prisão em flagrante por crime eleitoral.

14h30 – Alexandre de Moraes, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) determinou que o diretor da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Silvinei Vasques, pare imediatamente com a ação que está impedindo transportes públicos de eleitores. Neste sábado (29), o TSE determinou que a PRF não fizesse nenhum tipo de operação nos transportes públicos, para não interferir nas eleições, mas a polícia descumpriu a determinação.

14h – A Polícia Rodoviária Federal (PRF) descumpriu a ordem do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que permitia o transporte público gratuito para eleitores. Pelo menos 514 operações de fiscalização contra veículos foram realizadas hoje. As operações aconteceram principalmente no nordeste, até Moraes intimar Silvinei Vasques, diretor da PRF, a interromper a fiscalização.

12h – Até o final desta manhã, diversos candidatos a governador já votaram. O candidato Tarcísio de Freitas (Republicanos) votou na escola Carlos Saloni, em São José dos Campos. Além dele, os dois candidatos do Rio Grande do Sul já votaram também. Onyx Lorenzoni (PL) votou em Porto Alegre e Eduardo Leite (PSDB) votou em Pelotas. Jerônimo Rodrigues (PT) e ACM Neto (União Brasil) também exerceram a democracia. Em Santa Catarina, Jorginho Mello (PL) votou em Herval D’Oeste e Décio Mello votou em Blumenau. Vários outros candidatos aos governos estaduais já votaram e outros ainda se preparam para votar. 

11h07 – Um eleitor foi preso há pouco tempo por filmar seu voto no bairro Sinhá Sabóia, em Sobral, Ceará. É importante lembrar que quem for votar não pode utilizar nenhum aparelho eletrônico na cabine de votação. Essa medida tem a intenção de evitar que os outros votantes sejam coagidos a escolher o candidato de preferência do eleitor que compartilha o seu voto. A consequência para quem descumprir as normas é prisão imediata. 

11h – A votação para presidente da República foi encerrada em 22 cidades de 16 países até as 9h de hoje, de acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Dentre os países estão: Austrália, China, Hong Kong, Coreia do Sul, Filipinas, Índia, Indonésia, Japão, Malásia, Nepal, Nova Zelândia, Singapura, Tailândia, Taiwan, Timor Leste e Vietnã. Apesar disso, diversos eleitores continuam votando em outras localidades do exterior. Ao todo, a eleição ocorre em 101 países fora do Brasil. Os resultados da votação só serão divulgados a partir das 17h, horário de Brasília.

10h45 – No início da manhã deste domingo, foram apreendidos 13 barris de chope usados para realizar pressão eleitoral em um bar no centro da cidade de Lebon Régis, no estado de Santa Catarina. De acordo com o delegado responsável, Renan Balbino, 420 litros de bebida foram apreendidos. 

Nas redes sociais do estabelecimento, era prometida a distribuição de 2.442 litros de chope se Bolsonaro, candidato do PL, recebesse mais votos no município neste segundo turno. Conforme a denúncia, o Ministério Público Eleitoral (MPE), abriu uma investigação e requisitou medidas contra o bar que promoveu o crime e os perfis que divulgaram sobre as bebidas.

10h30 – O Boletim divulgado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) às 9h40, mostra que 926 urnas foram trocadas. Esse dado equivale a 0,17% do total das urnas eletrônicas disponíveis no Brasil, que são 472 mil.

10h15 – O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Alexandre de Moraes, pediu que os brasileiros compareçam às seções eleitorais neste domingo. O ministro falou que é preciso acabar com “as notícias criminosas de que há fraudes nas urnas eletrônicas” e ressaltou que quer terminar o dia com a vitória da democracia, da Justiça Eleitoral e do povo Brasileiro.

9h40 – O ministro Alexandre de Moraes, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), proibiu operações da Polícia Federal (PF) e da Polícia Rodoviária Federal (PRF) em transportes públicos nas eleições, independentemente deles serem gratuitos ou não. A decisão ocorreu devido ao suposto uso político das corporações para beneficiar a candidatura de Jair Bolsonaro (PL) e prejudicar a de Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Caso alguém não cumpra a ordem, ficará sob pena de responsabilização criminal dos diretores-gerais da PF e PRF.

9h20 – O candidato do PT Luiz Inácio Lula da Silva votou por volta das 9h, na escola estadual João Firmino, em São Bernardo do Campo, ABC paulista. O ex-presidente chegou seguido de seu vice Geraldo Alckmin, sua esposa, a socióloga Rosangela da Silva, Gleisi Hoffmann, e Paulo Fernando Haddad, candidato a governador de São Paulo pelo PT. Ao sair da sessão eleitoral, Lula repetiu o gesto que fez no primeiro turno e beijou o comprovante de votação.

9h – Centenas de brasileiros espalhados pelos 97 países do mundo relatam terem que enfrentar longas filas para votar, neste domingo. Os eleitores podem votar em embaixadas, consulados e repartições diplomáticas. Segundo um comunicado do Ministério das Relações Exteriores, quase 700 mil brasileiros que não vivem no Brasil estão aptos para votar.

8h40 – Para os brasileiros que votam na Ásia, o segundo turno das eleições também já foi encerrado. A Coreia Do Sul, na seção 277 de Seul, indicou 126 votos a favor de Lula e 70 votos contra. No Japão, na seção de Nagoia, Lula obteve 49 votos e Jair Bolsonaro 199. Em Taiwan, o candidato do PT terminou com 101 votos e o atual presidente com 132. E em Singapura, Lula recebeu 230 votos e Bolsonaro 131.

8h20 – O segundo turno das eleições já se encerrou para os brasileiros que moram na Nova Zelândia. As urnas eletrônicas já foram apuradas e os votos transmitidos para o Tribunal Superior Eleitoral (TSE). De acordo com a chefe da Zona Eleitoral do Exterior (ZZ), Juliana Bandeira, a votação foi tranquila.

8h10 – A Austrália foi um dos primeiros países do exterior a encerrar a votação do segundo turno das eleições brasileiras. Por causa do fuso horário, a votação começa e termina mais cedo neste país, as urnas foram fechadas às 3h, no horário de Brasília. O candidato Luís Inácio Lula da Silva recebeu 1.811 votos e o candidato Jair Bolsonaro, 1.145. Em Sydney, Lula teve 61,3% dos votos, mas na capital Camberra, o ex-presidente foi mais votado por 72,1% dos eleitores.

8h02 – O atual presidente, Jair Bolsonaro, votou às 8h02, na Escola Municipal Rosa da Fonseca no Rio de Janeiro. Bolsonaro levantou cedo neste domingo e foi a primeira pessoa da sua seção eleitoral a votar. O presidente chegou 10 minutos antes dos portões abrirem, aguardou, evitou chegar perto do local reservado para os jornalistas, abraçou alguns de seus eleitores que estavam vestidos de verde a amarelo e ao sair, Bolsonaro falou à imprensa: “Expectativa de vitória… Para o bem do Brasil. Tivemos boas notícias nos últimos dias e, se Deus quiser, seremos vitoriosos hoje a tarde, ou melhor, o Brasil será vitorioso.”

8h – Hoje, dia 30 de outubro, mais de 156 milhões de brasileiros vão votar.

You may also read!

Enxaqueca aura: entenda como funciona e como tratar

Dentre os três tipos de enxaqueca, a com aura é a que se caracteriza pelas alterações sensoriais.

Read More...

Cidadãos sem registro ainda são problema no Brasil

Cerca de 2.7 milhões de brasileiros não possuem certidão de nascimento. Gabrielle Ramos O registro de nascimento é um

Read More...

6 filmes para assistir com sua mãe

Confira alguns filmes que separamos para você curtir um feliz dia das mães da melhor forma.

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu