Criação de nova cesta básica nacional inclui novos grupos de alimentos

In Economia, Geral

A decisão governamental faz parte de um projeto de ações dirigido à segurança alimentar e combate à fome no país.

Nicoly Moura

O Governo Federal divulgou na quarta-feira (6) um decreto que instaura a “nova cesta básica nacional”. Agora, alimentos in natura ou minimamente processados foram incluídos na cesta básica.

A norma foi assinada pelo Presidente Lula, na abertura da 1ª Reunião Plenária Ordinária de 2024 do Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Consea). Os grupos de alimentos que compõem a nova cesta básica, são:

  • leguminosas (feijões, grão-de-bico, lentilha, ervilha);
  • cereais (arroz, milho, aveia, farinhas, massas);
  • raízes e tubérculos (mandioca, batata, inhame, mandioquinha);
  • legumes e verduras;
  • frutas;
  • oleaginosas (castanhas, amendoim, nozes);
  • carnes e ovos;
  • leites e queijos;
  • açúcares, sal, óleos e gorduras. 

O decreto define ainda que a cesta básica seja constituída apenas de alimentos in natura ou minimamente processados, além de especiarias culinárias. O objetivo do governo é melhorar a saúde e reduzir problemas.

Alimentos processados

Quanto aos alimentos processados, a regra declara que eles devem ser inseridos à lista somente de forma atípica. Para que isso ocorra, será preciso uma aprovação do Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social. 

Já os alimentos ultraprocessados, aqueles produzidos com componentes alimentares – como corantes e aromatizantes – e elementos de uso incomum na cozinha, estão impossibilitados de serem adicionados à cesta básica. 

Anteriormente, os alimentos que faziam parte da cesta básica eram: carne, leite, feijão, arroz, farinha, batata, tomate, pão, café, banana, açúcar, óleo e manteiga. Com a alteração e inclusão de novos grupos de alimentos, o governo espera diminuir as taxas de doenças crônicas, como obesidade e câncer e incentivar a população a aderir uma alimentação equilibrada. 

O texto ainda enfatiza que, a oferta e os tipos de alimentos podem variar de acordo com cada região e com a disponibilidade desses produtos.

You may also read!

Excesso de proteína aumenta o risco de doenças cardiovasculares

Proteínas devem ser consumidas com equilíbrio, segundo especialistas. Késia Grigoletto  O excesso do consumo de proteínas aumenta o risco

Read More...

Jovens se sentem mais felizes sem o celular, diz pesquisa

Entenda como os adolescentes lidam com o tempo de tela. Luiza Strapassan O uso do celular entre os jovens

Read More...

Programas de exercícios melhoram a qualidade de vida de pacientes com câncer de mama metastático

A atividade física é benéfica para pacientes com câncer de mama avançado, melhorando a qualidade de vida, reduzindo a

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu