Mais da metade dos brasileiros que trabalham têm problemas financeiros

In Economia, Geral

A aflição financeira pode gerar ansiedade e problemas de relacionamento.

Davi Sousa

Uma pesquisa recente da Onze, fintech especializada em saúde financeira, revelou que 63% dos trabalhadores brasileiros enfrentam problemas financeiros. O estudo em questão “Saúde & Gestão” entrevistou mais de 770 pessoas, destacando a precariedade da saúde financeira entre os empregados.

A pesquisa ainda aponta uma relação direta entre a saúde financeira com a mental e física já que mais de 50% dos entrevistados relatam algum problema financeiro. Entre os problemas apresentados, 63% são financeiros, 30% de saúde mental/emocional e 20% de saúde física.

Esses problemas financeiros não se limitam apenas ao aspecto econômico, mas têm um impacto profundo na saúde mental e física dos trabalhadores. O estresse financeiro pode levar a sentimentos de ansiedade, depressão e até mesmo a problemas de relacionamento, tanto no ambiente de trabalho quanto na vida pessoal.

Além disso, a preocupação constante com contas a pagar, dívidas e falta de recursos para lidar com imprevistos pode afetar a capacidade de concentração e o desempenho no trabalho. A ansiedade financeira pode se manifestar de várias formas, desde preocupações constantes até ataques de pânico, prejudicando significativamente a qualidade de vida.

Impacto na produtividade e clima organizacional

A saúde financeira afeta diretamente a produtividade dos colaboradores e o clima organizacional das empresas. Funcionários que enfrentam problemas financeiros podem se distrair facilmente no trabalho, preocupados com contas a pagar ou dívidas atrasadas. Isso resulta em uma diminuição da eficiência e qualidade do trabalho realizado.

O doutor Carlos Pereira, psicólogo especializado em saúde ocupacional, destaca que “a ansiedade financeira pode se manifestar de várias formas, desde preocupações constantes até ataques de pânico, prejudicando significativamente a qualidade de vida dos trabalhadores.”

O estresse financeiro é uma realidade para muitos trabalhadores, e isso pode se refletir em atritos entre colegas de trabalho. De acordo com uma pesquisa da Associação Brasileira de Recursos Humanos (ABRH), 45% dos profissionais brasileiros relataram que o estresse financeiro afetou negativamente seus relacionamentos no trabalho.

Um ambiente de trabalho tenso e desmotivador impacta negativamente a satisfação dos funcionários e pode levar a uma maior rotatividade. Empresas que não abordam as preocupações financeiras de seus funcionários correm o risco de perder talentos e enfrentar custos adicionais com recrutamento e treinamento.

Criação de uma cultura de apoio financeiro

Para que esses programas sejam eficazes, é essencial que haja uma cultura organizacional que incentive a transparência e a busca por ajuda. De acordo com uma pesquisa da Associação Brasileira de Recursos Humanos (ABRH), 75% dos trabalhadores brasileiros não se sentem confortáveis em discutir questões financeiras no ambiente de trabalho, o que pode impedir que busquem ajuda quando necessário.

Empresas que adotam uma abordagem proativa em relação ao apoio financeiro dos funcionários colhem benefícios significativos. A consultoria PwC mostrou que cada dólar investido em programas de bem-estar financeiro dos funcionários resulta em um retorno de até três dólares em aumento de produtividade e redução de custos com absenteísmo e rotatividade.

A consultora de recursos humanos Maria Santos aponta que “investir em programas de apoio financeiro não é apenas uma questão de responsabilidade social, mas também uma estratégia inteligente de negócios. Empresas que se preocupam com o bem-estar financeiro de seus colaboradores tendem a ter equipes mais engajadas, produtivas e leais, o que se traduz em resultados positivos para o negócio como um todo.”

You may also read!

Empresas obrigam retorno ao trabalho presencial

Funcionários que já se adaptaram ao home office têm dificuldade com a medida. Gabrielle Ramos Durante a pandemia do

Read More...

“Memórias Póstumas de Brás Cubas” faz sucesso nos EUA

O livro se encontra em primeiro lugar nas vendas da Amazon de literatura latina após viral na internet. Davi

Read More...

Japão: o centro da convergência cultural entre oriente e ocidente

Série Xógum retrata relações conflituosas no Japão antigo que permanecem preocupações econômicas e políticas no Japão contemporâneo.  Paula Orling

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu