Porque os brasileiros estão indo pra Argentina?

In Economia, Geral, Mundo

Câmbio vantajoso atrai imigrantes brasileiros em busca de qualidade de vida.

Gabrielle Assis 

Mais de 750 mil brasileiros foram à Argentina para conhecer mais da cultura dos hermanos somente no primeiro semestre deste ano, segundo o UOL. Isso porque o turista brasileiro paga menos e aproveita mais. De acordo com a Western Union, um real é o equivalente a 70 pesos argentinos. Ou seja, quem ganha em reais e gasta em pesos argentinos possui um câmbio vantajoso.

A última pesquisa do Ministério de Relações Exteriores afirma que cerca de 90,3 mil brasileiros vivem na Argentina. Apesar da crise intensa e hiperinflação no país argentino, diversos brasileiros optam por viajar para lá, em busca de maior bem-estar e segurança.

Um destino bastante procurado

Conhecida mundialmente pelo alfajor, chimarrão e tango como expressão cultural, a Argentina tem sido uma excelente opção para imigrantes que querem pagar mais barato. É o segundo maior país da América Latina e o terceiro em população.  

Segundo a economista Letícia Sestari a perda do valor da moeda argentina em comparação ao real ainda assim, não consegue ser 100% vantajosa, pois a mudança de preços em tão pouco tempo é uma desvantagem para o consumidor. “Mesmo o real tendo mais valor que o peso, isso não necessariamente se reflete em poder de compra, levando em consideração a hiperinflação que afeta o país vizinho e faz com que se compre bem menos itens com o mesmo valor em peso’’, aponta. 

Nascida no interior do Ceará, Geovana Costa, de 18 anos, já está preparando as malas para poder embarcar em terras argentinas. Ela sempre sonhou em estudar Medicina, porém, por conta do alto custo do valor do curso aqui no Brasil, esse sonho tinha ficado um pouco de lado.

‘’O motivo de deixar o Brasil para ir à Argentina é para estudar, aprender uma nova língua, cultura e evoluir cada vez mais’’, explica. A cearense conta também que a maior motivação dela são os pais, pois também na juventude não tiveram a oportunidade de estudar o curso superior. “Meus pais acreditam que vai ser algo em que irei evoluir, desenvolver e ter mais responsabilidade e como sou nova estou na fase de me arriscar mesmo’’, finaliza a pré-universitária. 

Grande oportunidade de aprendizado

Inúmeras pessoas cresceram com o sonho de fazer um intercâmbio ou até mesmo estudar em uma universidade no exterior, e apesar do peso argentino estar desvalorizado, algumas pessoas viram isso como uma porta aberta para a realização dos seus sonhos. 

José Henrique, gaúcho, de 18 anos, mudou-se para Argentina há cerca de 3 meses e também conta um pouco da sua experiência morando em umas das províncias argentinas. A principal motivação do gaúcho foi a desvalorização da moeda argentina, pois consegue viver bem, pagando pouco. “O que me motivou a princípio foi o preço, o valor das coisas aqui e também o sonho de ser médico que em comparação ao Brasil é mais acessível”, explica.

José fala que foi uma mudança bem diferente e dinâmica, e cita as principais diferenças que viu assim que chegou. “Primeiramente as pessoas, pois elas não são tão carinhosas como no Brasil, e a questão das comidas, a cultura isso sempre muda bastante’’, finaliza.

You may also read!

Excesso de proteína aumenta o risco de doenças cardiovasculares

Proteínas devem ser consumidas com equilíbrio, segundo especialistas. Késia Grigoletto  O excesso do consumo de proteínas aumenta o risco

Read More...

Jovens se sentem mais felizes sem o celular, diz pesquisa

Entenda como os adolescentes lidam com o tempo de tela. Luiza Strapassan O uso do celular entre os jovens

Read More...

Programas de exercícios melhoram a qualidade de vida de pacientes com câncer de mama metastático

A atividade física é benéfica para pacientes com câncer de mama avançado, melhorando a qualidade de vida, reduzindo a

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu