Tendências para uma indústria da moda sustentável

In Cultura, Economia, Geral

A tendência do slow fashion tem se tornado cada vez mais popular e reinventando o mercado da moda.

Julia Viana

A moda sustentável descreve uma abordagem que visa os benefícios que serão levados para o meio ambiente e surgiu com o objetivo de minimizar os impactos que o consumo de roupas vem trazendo para essa esfera. Essa solução torna a confecção de roupas menos prejudicial e também se apresenta como uma forma consciente de consumir as tendências.

A moda, como setor da indústria, vem se preocupando com o destino que as peças de roupa vão ter e levanta discussões com relação à sustentabilidade, procurando soluções responsáveis e benéficas ao meio ambiente. Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), 8% dos gases tóxicos que são emitidos no ambiente pertencem à indústria têxtil, o que influencia na poluição.

Impacto da moda na indústria 

Deborah Mingrone, formada em Design de Moda pela Anhembi, lembra que a instituição preza por ensinar moda sustentável e explica que ela está intimamente ligada com a sustentabilidade, pelo fato da indústria do setor impactar negativamente o meio ambiente. “Todo seu processo tem impacto no meio ambiente, no meio social e político. No caso da sustentabilidade ambiental, a moda tem impacto direto desde a confecção até o descarte”.

Os consumidores estão cada vez mais preocupados em conhecer a origem dos produtos que compram. Em resposta a essa demanda, a transparência na cadeia de suprimentos se tornou uma prioridade para as marcas de moda sustentável. As empresas têm adotado ações com divulgação de informações sobre os processos de produção, condições de trabalho, práticas éticas e ambientais das marcas. Isso permite que os consumidores façam escolhas mais informadas e apoiem empresas comprometidas com a sustentabilidade.

A indústria têxtil atual se preocupa exclusivamente na produção de bens e a tendência slow fashion vem para minimizar os danos que essa produção causa. Para Deborah essa indústria ao longo dos anos vai precisar ser mais transparente, “hoje diversas marcas, especialmente as de produção rápida possuem processos nada sustentáveis da qual o consumidor não sabe nada sobre. Com o crescimento da moda sustentável vem a explicação do processo, o que pode tornar o consumidor mais seletivo com o que ele consome”, afirma. 

As tendências

À medida que a demanda por produtos mais éticos e ecológicos pode começar a aumentar, vão surgindo novas tendências sustentáveis como a eco-friendly (moda ecológica), revenda, moda circular e também a economia compartilhada. Assim, essa tendência demonstra o compromisso com a sustentabilidade e se consolida, tendo uma indústria mais consciente e ecologicamente amigável no futuro.

Segundo Deborah, uma das maiores forças da moda sustentável é a revenda de peças de segunda mão. “Na minha opinião é uma das mais interessantes porque a moda é cíclica, ela sempre volta. No momento uma das estéticas em ascensão são a de looks effortless chics, que normalmente são construídos a partir de peças atemporais, que podem facilmente ser encontradas em brechós, por exemplo”, explica.

Para ela, ainda é preciso falar mais sobre os benefícios da moda sustentável. “Hoje em dia muita gente consome roupas de fast fashion gringas, que tem produções nem um pouco sustentáveis, que despejam seus resíduos de forma impropria, que usam mão de obra análoga à escravidão, que utilizam tecidos sintéticos, como meio de baratear o processo. Mas a que custo?”, questiona.

You may also read!

Comida é recurso para lidar com problemas emocionais: entenda os riscos

Pesquisa revela que a maioria dos brasileiros acredita que comer em excesso melhora a saúde mental.

Read More...

Votação na Câmara aprova privatização da Sabesp

Elinelma Santos A Câmara Municipal do Estado de São Paulo aprovou nesta quarta-feira (17) a privatização da Sabesp (Companhia

Read More...

Excesso de proteína aumenta o risco de doenças cardiovasculares

Proteínas devem ser consumidas com equilíbrio, segundo especialistas. Késia Grigoletto  O excesso do consumo de proteínas aumenta o risco

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu