Título de eleitor precisa estar em dia para as eleições municipais

In Geral, Política

A cada dois anos, ocorrem eleições. Sem o título de eleitor não é possível exercer o voto, e por isso é importante verificar sua regularização.

Eduardo Reymond

As eleições municipais brasileiras serão realizadas neste ano, no mês de outubro, quando mais de 5.568 municípios do país elegerão seus representantes. Prefeitos e vereadores serão escolhidos nessas localidades, pelos eleitores capacitados. Sendo assim, a regularização do título de eleitor é uma necessidade.

Esse documento é muito conhecido, porém, é comum se pensar nele apenas em dois anos, quando precisa ser utilizado. Eleitores que estão fora do seu colégio eleitoral precisam fazer a transferência do título ou podem justificar a ausência. 

Preocupação política

Nas universidades federais, estaduais, particulares e públicas, estudantes de todas as partes do Brasil e até mesmo do mundo se matriculam para realizar sua formação acadêmica, básica ou superior. O estudante de Teologia Gilfferson Silva pensou nesse detalhe com antecedência e registrou seu endereço na sua universidade. “Quando fiz meu título, sabia que ficaria por aqui por quatro anos, então cadastrei o endereço por aqui mesmo”, diz.

Mas ele representa apenas uma pequena porcentagem dos estudantes. Há outros casos, como o da aluna Cíntia Cruz, que não possui título regularizado, mas pretende fazer isso o quanto antes. “Nossa, nem fala sobre o título, faz umas duas eleições que eu não voto”, afirma.

Outro exemplo é o de habitantes internacionais com dupla nacionalidade, como Luigi Meneguzo e seu irmão Leonardo Meneguzo, ambos estudantes que moravam no Canadá desde os cinco anos.  “Sempre justifico, meu título está cadastrado lá no Canadá, mas pretendo votar nas próximas eleições presidenciais”, diz Leonardo.

Os brasileiros que mudaram de localidade fizeram a transferência dentro da data limite estipulada. Já aqueles que não atentaram para atualizar seu registro e não puderam retornar para suas cidades e votar, apenas justificaram seu voto. 

Houve ainda aqueles que nem se preocuparam com a situação. Como é o caso do estagiário Lucas Porto. “Esqueci de votar no segundo turno, até hoje não justifiquei, depois eu vejo isso”, declara despreocupado. 

No período de tempo entre as eleições, poucos se preocupam com a validade do título para exercer sua cidadania. Entretanto, caso a situação não esteja regularizada, não é possível votar. Isso acarreta em uma pendência eleitoral, o que faz o cidadão precisar justificar a falta em um cartório eleitoral. A checagem é simples, fácil e pode ser a solução para evitar contratempos.

Como checar se o título de eleitor está regularizado e como regularizar?

A regularização do título de eleitor pode ser feita pelo aplicativo e-Título ou pelo site do TSE. Ao entrar no site do Tribunal Superior Eleitoral, em “Serviços Eleitorais”, e em seguida “Autoatendimento Eleitoral”, haverá uma série de serviços que podem se encaixar à necessidade do cidadão. Como atualizar, regularizar, corrigir e alterar informações pessoais e de endereço. 

Site do TSE para regularizar seu título de eleitor. Foto: Divulgação/TSE

Clicando na opção desejada, é preciso seguir as etapas e preencher as informações solicitadas pelo sistema. Assim, o eleitor pode certificar a validade do documento e ir com segurança para a urna.

Mas é preciso estar atento à data, pois a validação só pode ser feita até o dia 8 de maio. Após esse prazo, o eleitor não poderá votar, seja no primeiro ou no segundo turno. Além disso, será necessário justificar em até 60 dias após as eleições.

You may also read!

Votação na Câmara aprova privatização da Sabesp

Elinelma Santos A Câmara Municipal do Estado de São Paulo aprovou nesta quarta-feira (17) a privatização da Sabesp (Companhia

Read More...

Excesso de proteína aumenta o risco de doenças cardiovasculares

Proteínas devem ser consumidas com equilíbrio, segundo especialistas. Késia Grigoletto  O excesso do consumo de proteínas aumenta o risco

Read More...

Jovens se sentem mais felizes sem o celular, diz pesquisa

Entenda como os adolescentes lidam com o tempo de tela. Luiza Strapassan O uso do celular entre os jovens

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu