Inscrições abertas para o Sisu

In Educação

Sara Rabite

MEC abre inscrições do Sisu, que será realizado no 2º semestre, para aqueles que fizeram o Enem 2016. As inscrições vão até 1º de junho

O Ministério da Educação (MEC) abriu ontem, 29, as vagas do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) para os estudantes que fizeram o Enem 2016 e pretendem ingressar em universidades públicas neste segundo semestre. A inscrição deve ser feita pelo site até o dia 1º de junho.

Para a realização da inscrição nenhuma taxa é cobrada, basta ter feito o Enem 2016 e não ter zerado a redação. Para se inscrever é necessário o número de inscrição e senha do Enem. Os estudantes podem escolher até duas opções de curso que podem ser alteradas até o 1º de junho. O sistema seleciona os candidatos pelas suas notas considerando os pesos específicos de cada curso. A nota de corte determina se o candidato passará ou não.

Neste segundo semestre, um total de 51.913 vagas de graduação foram disponibilizadas para 1.462 cursos de 63 instituições públicas de ensino. Já na primeira edição de 2017, 328.397 vagas foram oferecidas por 131 instituições. Para os candidatos selecionados, a chamada regular ocorrerá no dia 5 de junho e, para os que estão na espera, o prazo da lista é dos dias 5 a 19 de junho. A matrícula da chamada regular será dos dias 9 a 13 de junho. A convocação dos alunos da lista de espera acontecerá a partir do dia 26 do mesmo mês.

Matheus Péricles, estudante de engenharia, passou pelo Sisu no primeiro semestre, na Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) e declarou que não teve dificuldades na hora de fazer a inscrição. “Isso se deu pelo fato de que, além de ser um site muito bem explicado, ele fornece várias ferramentas que facilitam o acesso”, justifica. Ele passou para as duas opções de curso que escolheu e contou que faria as duas tranquilamente, pois sempre teve interesse em ambas graduações.

Já a estudante Amanda Campos não passou no primeiro semestre para a sua primeira opção. Mesmo passando para a segunda resolveu não cursar. “Faria apenas a minha primeira opção (medicina). Não me matriculei em odontologia”, declara. Ela acredita não ter muitas chances para a chamada neste semestre em virtude da concorrência que envolve o curso de sua preferência. Além disso, não tem muita variação nos pontos de corte dos dois semestres e até mesmo nas outras chamadas. A jovem ainda tem esperanças, mas o foco principal é no Enem 2017.

Há vagas de ampla concorrência e outrasreservadas para ações afirmativas. As vagas para a ampla concorrência contemplam qualquer um que tenha feito o Enem. Não é exigido nenhum outro pré-requisito. Já para as leis de cotas é um pouco diferente. Os candidatos cotistas podem se enquadrar em quatro casos:

-Candidatos com renda familiar bruta per capita igual ou inferior a um salário mínimo e meio e que tenham cursado todo o Ensino Médio em escolas públicas.

-Candidatos autodeclarados negros, pardos ou indígenas, com renda familiar bruta per capita igual ou inferior a um salário mínimo e meio e que tenham cursado todo o Ensino Médio em escolas públicas.

-Candidatos cotistas que, independente da renda, tenham cursado integralmente o Ensino Médio em escolas públicas.

-Candidatos cotistas autodeclarados negros, pardos ou indígenas que, independente da renda, tenham cursado todo o Ensino Médio em escolas públicas.

Link da imagem: http://www.sisu2017.com/

You may also read!

Da luta à atualidade

A “Consciência Negra” deve ser compreendida no plano da luta coletiva da população negra no passado e no presente

Read More...

DIU: facilidade e segurança para mulheres

Os anticoncepcionais intrauterinos, mais conhecidos pela sigla DIU, são, atualmente, um dos métodos mais seguros e eficazes para evitar uma

Read More...

Brasil ocupa 13ª posição no ranking mundial de gamers

O perfil dos jogadores tem se tornado heterogêneo, e eles já são mais de setenta e cinco milhões no

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu