Pedidos de demissões aumentam nos últimos meses

In Economia, Geral
Pedido de demissões cresce no Brasil

Em meio ao grande número do desemprego, o mês de março bate recorde nas demissões voluntárias.

Gustavo Montejano

A última pesquisa feita pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), no 4º trimestre de 2021, revelou uma taxa de 11,1% de desempregados no Brasil, cerca de 12 milhões de brasileiros. Mas mesmo com pouca oferta de trabalho, 603 mil pedidos de demissões, por parte dos trabalhadores, foram registrados no último mês de março. 

Devido a pandemia, a taxa de desemprego obteve um aumento significativo no Brasil. A principal causa é a crise sem precedentes, que os brasileiros enfrentam até o momento. Com as ordens do governo para os cidadãos ficarem em casa, muitos negócios obtiveram perdas econômicas significativas.

Novas oportunidades

A pandemia possibilitou mudanças em diversos aspectos da vida cotidiana, e mostrou uma nova forma de trabalho, o home office. Com tantas inovações por parte da tecnologia, pessoas que trabalhavam em empresas, hoje trabalham no conforto de casa podendo ter a família mais perto de si. Esse é o caso do Lucas Felipe, casado e pai de duas meninas. 

Lucas trabalhava em uma empresa, tinha um salário fixo e os benefícios da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). Mas, durante a pandemia, pediu demissão e decidiu trabalhar por conta própria. “Minha principal motivação foi para poder ficar em casa com minhas filhas, que estão a cada dia crescendo mais. E outra motivação é para poder ganhar o mesmo salário ou mais, mas podendo estar tranquilo em casa”, diz Lucas. 

Mas essa decisão demandou um planejamento. Ele já havia feito uma faculdade de história, entretanto tomou outro rumo. O mercado financeiro é onde ele se encontrou e decidiu ficar. Ele ainda não tem um certificado ou diploma na área, mas tem experiência e determinação. “Meu principal foco agora é fazer uma faculdade de gestão financeira, para poder trabalhar no ramo e depois procurar uma validação como analista CNPI tanto da bolsa como de ações e investimentos”, explica. 

Esse processo de mudança não foi tranquilo e confortável. Lucas investiu suas economias para começar a trabalhar por conta própria. Mas ele diz não ter arrependimentos, porque está trabalhando muito para atingir seu objetivo.

Aumento do número de pessoas que trabalham por conta própria

Os brasileiros estão buscando um melhor estilo de vida, adaptando-se com os recursos atuais e tecnológicos de fácil acesso a todos. E para isso estão se inovando, criando assim, seu próprio negócio. De acordo com os dados levantados na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad-C), no primeiro trimestre de 2020 o Brasil possuía 21,34 milhões de trabalhadores por conta própria, no terceiro trimestre de 2021 esse número saltou para 25,46 milhões. 

As modalidades de trabalhos por conta são de acordo com o IBGE são aqueles que exploram o seu próprio empreendimento, seja sozinho ou com sócio, e não possuem empregados, mas podem contar com o trabalho familiar.

You may also read!

Relacionamentos tóxicos

Relacionamentos tóxicos interagem diretamente com a química cerebral

O ciclo vicioso que existe no cérebro quando se vive uma relação desse tipo pode ser comparado com o

Read More...
pressão arterial

Exercícios físicos combinados a remédios comuns auxiliam no tratamento de hipertensão

De acordo com o estudo, publicado na revista Clinical and Experimental Hypertension, a losartana é capaz de reduzir a

Read More...
Fome aumentou no Brasil após a pandemia.

Número de brasileiros passando fome no Brasil praticamente dobra após pandemia

Aproximadamente 33 milhões de brasileiros não têm o que comer, o que equivale a 14 milhões a mais que

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu