Tudo rosa

In Política, Saúde

O Outubro Rosa é um movimento mundial que incentiva a prevenção do câncer de mama por meio da realização de exames periódicos

Ana Clara Silveira

Com a chegada do mês de outubro, os laços cor-de-rosa começam a aparecer. O Outubro Rosa é um movimento mundial que incentiva a prevenção do câncer de mama por meio da realização de exames periódicos. A conscientização nesse aspecto aumenta a possibilidade de um diagnóstico precoce. Além disso, a campanha debate a importância do atendimento médico de qualidade e acompanhamento emocional como aliados imprescindíveis no combate à doença. Mas você sabe a história por trás do Outubro Rosa?

O Início do Outubro Rosa

O movimento do Outubro Rosa começou em 1990, quando a Fundação Susan G. Komen for the Cure – atualmente a maior das especializadas em câncer de mama do mundo – realizou a primeira Corrida pela Cura, em Nova York. Os laços foram entregues aos participantes como um símbolo desse movimento, e, até hoje, ele representa a luta contra o câncer de mama. O evento se repete anualmente desde sua criação.

Em 1997, duas cidades dos Estados Unidos da América – Yuba e Lodi – começaram a promover outras ações em prol da atenção à prevenção. Por coincidência, várias propostas de conscientização começaram a surgir e, devido a isso, o Congresso Americano elegeu o mês de outubro como um período para divulgar informações e enfatizar o combate ao câncer de mama.

Aos poucos, não apenas os laços, mas outras manifestações foram criadas com a mesma cor e propósito. Locais públicos ganharam iluminações rosas, e eventos como desfiles, debates, seminários e panfletos se tornaram típicos em vários lugares do país. A ideia norte-americana rapidamente ganhou espaço em vários pontos do planeta.

As iniciativas no Brasil

O Brasil começou a se mobilizar em outubro de 2002 no estado de São Paulo, quando o monumento Obelisco do Ibirapuera foi iluminado com a cor da campanha. Contudo, foi em 2008 que a ideia realmente se expandiu e uma série de manifestações eclodiram nas diversas cidades brasileiras.

No cenário atual, pontos nacionais importantes são enfeitados para recordar o outubro rosa. Entre eles, o Museu de Arte de São Paulo, na Avenida Paulista e o Cristo Redentor, no Rio de Janeiro. Muitas outras iniciativas são feitas de maneira particular.

A enfermeira e maquiadora Lidiane Gomes separa um espaço especial em seu Instagram para maquiagens temáticas que celebram o Outubro Rosa. Ela comenta que se sente na responsabilidade de “incentivar outras mulheres ao autocuidado e amor próprio, já que a prevenção é a melhor solução”. Além disso, Lidiane reforça que a “campanha é importante para enfatizar a realização dos exames e lembrar a todos que o corpo merece atenção e autoconhecimento em todas as etapas, seja a prevenção, diagnóstico ou tratamento”.

Diversos municípios brasileiros promovem o Dia D – eventos que estimulam a captação das mulheres para que tenham atendimento nas unidades. Outras alternativas também são campanhas de mídia ou carros específicos para atendimento da mulher na comunidade que reside.

O câncer e sua prevenção

O Instituto Nacional do Câncer (Inca) afirma que fatores externos representam entre 80% e 90% das causas do câncer de mama. No ano de 2018, cerca de 59700 casos foram registrados em mulheres no Brasil.

A médica de família e comunidade Aline Cavalcanti esclarece que o câncer é “um crescimento anormal de células no organismo que geram um produto que é rapidamente disseminado e maléfico”.

Ela comenta que os métodos para prevenir “envolvem cuidados com a saúde. Afinal, existem fatores de risco para o desenvolvimento das neoplasias, como o tabagismo e a exposição à radiação”. Aline também acrescenta que a medicina de família trabalha em conjunto com comunidades para reforçar a recomendação do Ministério da Saúde: a partir dos 50, mulheres devem fazer mamografia todos os anos. O autoexame também é um aliado para o combate e “deve ser feito pelas mulheres para que possam identificar precocemente o aparecimento de alterações que possam ser sinais de câncer”, esclarece a médica.

Alcance das manifestações

O Outubro Rosa é uma iniciativa que contribui para que a comunidade seja orientada sobre o câncer de mama. Os projetos criados em prol da causa têm sido comuns em muitas partes do país e reafirmam a relevância da celebração.

A técnica de enfermagem Deise Pereira considera “a campanha do Outubro Rosa muito importante por ser um movimento que faz refletir a importância da prevenção do câncer de mama”. Ela ainda comenta, por sua experiência na área de saúde, que os métodos são fáceis e acessíveis. “Praticar atividades físicas, mudar alimentação e fazer o autoexame são algumas formas de combate à doença”, enfatiza.

No entanto, Deise observa que “há negligência na eficiência do atendimento público, devido à falta de verbas para compra de mais aparelhos que alcancem todo o público, principalmente a classe média baixa”.  Ela destaca que, apesar disso, “o campo de informação tem sido suficiente e a mídia cumpre o papel de informar com clareza a importância da prevenção do câncer, assim como as Unidades Básicas de Saúde, hospitais, ambulatórios e outros meios de atendimentos públicos”.

A médica Aline analise as diferenças causadas pela campanha e pondera que “há aumento da procura no mês de outubro devido a divulgação maior”. Ela pontua que os postos de saúde sempre direcionam as mulheres acima de 50 anos para os exames de mamografia, independente da época do ano. Além disso, explica que “estimular o vínculo dos postos de saúde com a comunidade é uma estratégia eficaz para que as mulheres retornem no tempo especificado, além de ser uma diretriz da medicina de família”.

You may also read!

Da teoria à prática

Nobel de Medicina de 2019 traz possibilidades de tratamento para diversas doenças, de anemia ao câncer Hellen Piris Em

Read More...

Moda consciente

Com o selo “No alvo da moda”, o Instituto Brasileiro de Controle do Câncer (IBCC) desenvolve parcerias com marcas para

Read More...

Falta de saneamento básico causa risco à saúde da população

Maria Teófilo O saneamento básico e tratamento de água e esgoto são práticas de grande importante para a saúde

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu