Gerontofobia: o medo de envelhecer

In Geral, Saúde

De acordo com o IBGE, o índice de brasileiros com mais de 30 anos bateu recorde em 2021.

Diogo Cruz

Uma pesquisa da Organização Mundial da Saúde (OMS) revelou que 60% das pessoas têm opiniões negativas sobre a velhice. Dessa maneira, é possível se deparar com a gerontofobia, uma rejeição do indivíduo ao envelhecimento e a tudo que está relacionado à terceira idade. Ou seja, um temor imenso e descontrolado de envelhecer.

De acordo com Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o número de brasileiros com mais de 30 anos bateu o recorde em 2021, totalizando 56,1% (cerca de 212,7 milhões de pessoas). Segundo os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD), esse percentual teve um aumento de 7,6% em relação ao ano de 2012, o que indica que a população do país está mais velha. 

Medo de envelhecer

O grupo ACASA é um lar de idosos que fica localizado no Rio de Janeiro. Segundo os organizadores da instituição, a velhice está diretamente associada a doenças, perda de mobilidade e rugas na pele. Por isso, as pessoas têm receio de envelhecer. A hipervalorização da juventude também contribui para o preconceito contra a velhice.

A estudante de direito, Juliana Cardoso conta que não tem medo de envelhecer por questões que envolvem a aparência pessoal, e sim pelo que o envelhecimento acarreta. “Tenho medo de chegar à velhice sem alguém para dividir o fardo comigo. Tenho medo de ser esquecida por quem eu já fiz muito”, relata.

De acordo com a médica e especialista em sexualidade, Natasha Machado, a velhice não deve ser um medo, mas sim um processo pelo qual todo ser humano passa. “A gente nasce e, desde então, envelhece. Só que chega um dia em que as linhas de expressão, as marcas no rosto, algumas rugas e uns fios brancos de cabelo saltam aos olhos”, afirma.

A busca pela juventude

O empresário e bilionário, Bryan Johnson, de 45 anos, recebeu doações de sangue do próprio filho, Talmage, de 17 anos, e do pai, Richard, de 70 anos, em uma tentativa de se manter jovem. Ele espera reduzir sua idade biológica para 18 anos.

Em postagens em suas redes sociais, Bryan afirma que se sente melhor com essas mudanças no seu estilo de vida. Bryan se mantém em uma meta chamada de “Projeto Blueprint”,  em que se submete a um regime focado no rejuvenescimento. Os médicos que o acompanham afirmam que em dois anos ele diminuiu sua idade biológica geral em cinco anos.

Em uma publicação do Instagram feita em abril deste ano, o empresário afirmou: “O ritmo que estou acumulando de dano de envelhecimento é menor do que a média de 10 anos”. Ou seja, ele envelhece mais lentamente do que uma criança na terceira infância. 

You may also read!

Excesso de proteína aumenta o risco de doenças cardiovasculares

Proteínas devem ser consumidas com equilíbrio, segundo especialistas. Késia Grigoletto  O excesso do consumo de proteínas aumenta o risco

Read More...

Jovens se sentem mais felizes sem o celular, diz pesquisa

Entenda como os adolescentes lidam com o tempo de tela. Luiza Strapassan O uso do celular entre os jovens

Read More...

Programas de exercícios melhoram a qualidade de vida de pacientes com câncer de mama metastático

A atividade física é benéfica para pacientes com câncer de mama avançado, melhorando a qualidade de vida, reduzindo a

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu