Inteligência artificial, o futuro das comunicações?

In Ciência e Tecnologia, Geral

Chatbots, aplicações de gestão, assistente pessoal, entre outras funções proporcionadas pela IA são utilizadas por 63% das empresas brasileiras de soluções de dados.

Cristina Levano

Na década de 40, surgiu a ideia de construir uma máquina que conseguiria pensar e agir como o ser humano, dando início a Inteligência Artificial (IA). Com o tempo, essa tecnologia evoluiu e se tornou um uma aliada de muitas empresas e pessoas.

De acordo com uma pesquisa que envolveu as maiores companhias de diferentes países da América Latina, realizada pela NTT DATA Corporation em parceria com o Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), 69% dos entrevistados destacaram a relevância da inteligência artificial e seu uso como um avanço tecnológico em comparação à anos anteriores, da mesma forma, 58% dos entrevistados destacaram a importância da IA no crescimento da suas empresas.

Além disso, um estudo feito pelo Software de Analytics & Soluções (SAS) mostrou que 63% das empresas que utilizam dados e analytics também utilizam IA, ante uma média de 47% da região. Isso demonstra que a relação entre os comunicadores e a Inteligência Artificial (IA) é cada vez mais estreita e cria novos modos de interagir e receber informação.

IA não é perfeita

Entretanto, o uso dessa ferramenta pode gerar uma série de riscos ou transtornos, pois por ser criada por humanos a IA é suscetível a falhas. Ela depende de dados que podem ser limitados, errôneos e incompletos. A pesquisadora em Inteligência Artificial e cientista de dados, Laura Damaceno, explica que outra situação de risco é o mal uso desta tecnologia.

“Tem pessoas que utilizam a Inteligência Artificial para escrever textos ou artigos e se colocam como autores principais. Outro ponto são as Fake News, a Inteligência Artificial não é imparcial, por isso os desenvolvedores precisam ter cuidado em relação a informação que está sendo passada para a máquina,” declara.

No levantamento da NTT DATA, dois temas surgiram e se destacaram como questões que devem ser refletidas e abordadas em relação ao futuro e à evolução do uso da Inteligência Artificial.

O primeiro ponto diz respeito à ética dessa utilização. As empresas estudadas disseram estar mais preocupadas com a proteção de dados e as questões éticas que envolvem o uso da IA. 

O segundo ponto de reflexão é como implementar a IA de forma estruturada e em larga escala. Entender como industrializar esse recurso será o futuro da otimização e exploração dessa tecnologia ainda em evolução. Várias empresas têm pensado em como implementar MLOps, ModelOps (conjunto de métodos que as empresas implementam para tornar o desenvolvimento de soluções de aprendizado das máquinas mais controlado, produtivo e eficiente) e outros métodos de trabalho para acelerar a adoção de inteligência artificial.

O futuro das comunicações

Por outro lado, Laura afirma que “a Inteligência Artificial pode errar, mas ela vai ter um nível maior de assertividade, analisando um volume mais alto e com mais rapidez os dados.” Além disso, a IA está sendo usada cada vez mais na comunicação para melhorar a eficiência e a eficácia da mesma e fornecer experiências mais personalizadas aos usuários.

Para entender isso, perguntamos diretamente para o Chat GPT, sobre quais seriam os principais benefícios da relação entre o IA e as comunicações, e o app nos forneceu os seguintes exemplos:

Assistentes virtuais e chatbots: A IA cria assistentes virtuais e chatbots que podem fornecer respostas rápidas e precisas às perguntas dos clientes. Esses assistentes virtuais e chatbots podem interagir com os clientes em tempo real por meio de uma variedade de canais de comunicação, como correio eletrônico, bate-papo ao vivo, redes sociais e aplicativos móveis.

Análise de sentimentos e emoções: a IA está sendo usada para analisar sentimentos e emoções em mensagens de texto, correio eletrônico e redes sociais. Isso permite que as empresas entendam melhor como os clientes se sentem sobre seus produtos ou serviços e respondam de maneira mais eficaz às suas necessidades.

Tradução de idiomas: a IA pode traduzir automaticamente as mensagens de texto e as conversas em tempo real em diferentes idiomas. Isso facilita a comunicação entre pessoas que usam idiomas diferentes, o que é especialmente útil em ambientes empresariais e de viagens.

Reconhecimento de voz: a Inteligência Artificial melhora o reconhecimento de voz nas comunicações. Isso permite que os usuários interajam com seus dispositivos por meio da voz, o que é útil em ambientes onde as mãos estão ocupadas ou não podem ser usadas, como no automóvel.

“A Inteligência Artificial está relacionada à forma que as pessoas se comunicam entre si e com as empresas, melhorando a eficiência e a eficácia da comunicação e proporcionando experiências mais personalizadas aos usuários,” encerra Chat GPT.

You may also read!

Você conhece a Síndrome de Wendy?

Quando o cuidado excessivo se torna uma armadilha. Nicoly da Maia No dia a dia, muitas pessoas colocam as

Read More...

Enxaqueca aura: entenda como funciona e como tratar

Dentre os três tipos de enxaqueca, a com aura é a que se caracteriza pelas alterações sensoriais.

Read More...

Cidadãos sem registro ainda são problema no Brasil

Cerca de 2.7 milhões de brasileiros não possuem certidão de nascimento. Gabrielle Ramos O registro de nascimento é um

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu